Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Como escolher o restaurante certo para garantir um almoço saudável?

Ao tentar controlar o peso, muita gente opta por comer em restaurantes e evita lanches rápidos. Se você se reconheceu, saiba que a escolha não garante uma refeição menos calórica – nem mais saudável.

Dr. Renato Zilli, endocrinologista do Hospital Sírio Libanês, alerta para o fato de que muitos restaurantes costumam servir pratos generosos que, além de apresentar alta quantidade de calorias, não contêm todos os nutrientes e vitaminas de que o corpo precisa para funcionar bem. “Os pratos à la carte podem até mesmo ser mais calóricos do que os de fast-food”, afirma.

quilo-doutissima-shutterstock

É importante ter não só folhas no prato, mas também uma maior variedade de leguminosas. Foto: Shutterstock

Como escolher um prato mais saudável?

Antes de pedir o prato, a dica é olhar o cardápio com mais atenção para que você consiga saciar o apetite sem exageros. “Observando com atenção você vai perceber que tudo que é cremoso e tem molho é muito calórico e tem gordura. Então, o recomendado é optar por pratos que não tenham alimentos com esse perfil”, aconselha. Aquela massa com molho branco, portanto, não é a melhor escolha.

Outra medida, caso o prato seja bem servido, é convidar um amigo para dividir a refeição. Além de você economizar, essa solução pode ajudar a criar o hábito de comer em menor quantidade. Mas isso depende, é claro, do tamanho da fome, do tipo de prato e da escolha alimentar de cada pessoa.

 Prato feito é uma boa opção?

Quem não gosta de um bom prato de arroz, feijão, bife, salada e batata frita? Mas Dr. Renato ressalta que, ainda assim, devemos prestar atenção à quantidade de cada ingrediente e considerar a troca de alguns deles.

“O prato feito geralmente tem todos os nutrientes necessários em uma só refeição. Porém, poderíamos tirar do prato pronto a batata frita, pois ela é desnecessária, e aumentar a quantidade de salada. Com isso, teríamos mais quantidade e qualidade”, explica.

Reducetarismo: saiba mais sobre alimentação sustentável sem radicalismo

E por que não incluir legumes no prato feito? “É importante ter não só folhas, mas também uma maior variedade de leguminosas. Além disso, seria ideal trocar o arroz por arroz integral”, completa.

Corte os restaurantes self-service

Engana-se quem pensa que comer por quilo tem menos chances de engordar. A quantidade de comida exposta pode fazer você ter muito mais vontade de colocar tudo de uma vez só no prato – sem contar a oferta de sobremesa, bebida e churrasco (geralmente servidas à parte).

Dr. Renato afirma que os restaurantes self-service não são uma boa opção, pois geralmente seu cérebro acaba ficando confuso com tantas opções disponíveis. “Essas várias possibilidades de escolha fazem a pessoa querer provar um pouco de cada coisa, e isso é um problema. Normalmente os pratos são muito grandes nesses tipos de restaurantes, induzindo a pessoa a se servir e comer demais”.

Leve marmita para o trabalho

Caso você sinta que está exagerando nas refeições à la carte, o especialista recomenda que você faça uma boa e velha marmita em casa e leve para o trabalho. É uma maneira de controlar as quantidades e ter uma alimentação mais equilibrada.

“O interessante é que quem começa a adotar a marmita como hábito passa a ter uma ideia melhor sobre as calorias ingeridas e a perceber que comia demais, geralmente o dobro do que necessita”, afirma o médico.

Ingredientes realmente nutritivos

Segundo o endocrinologista, os ingredientes de um prato nutritivo básico são “metade salada e legumes, sendo os legumes com pouca fonte de carboidrato, ¼ de carboidrato integral, podendo ser arroz integral ou batata doce, e o outro ¼ de carne, frango ou peixe grelhado ou assado”. É só escolher entre essas opções e fazer variações no decorrer da semana.

Veja 14 dicas para emagrecer comendo no restaurante a quilo

Agora você já sabe o que comer todos os dias para evitar o ganho de peso. Em vez de comidas muito pesadas, fritura, massa com molhos ou carnes gordurosas, peça pratos gostosos, mas que sejam saudáveis. Fazer bem à saúde sempre vale a pena!

O post Como escolher o restaurante certo para garantir um almoço saudável? apareceu primeiro em Fortíssima.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.