Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Madonna detona jornalista e entrevista que deu à The New York Times Magazine: “Me fez sentir estuprada e eu posso fazer essa analogia”

Madonna está completamente arrependida pelo tempo que passou com a jornalista que escreveu seu perfil na The New York Times Magazine. Em sua conta no Instagram, a cantora detonou a matéria feita por Vanessa Grigoriadis, dizendo que era extremamente machista e que fez ela se “sentir estuprada“.

“Dizer que eu fiquei desapontada com o artigo seria um eufemismo. Parece que é impossível consertar a sociedade e seu desejo interminável de diminuir, desprezar ou degradar aquilo que eles sabem ser bom. Especialmente uma mulher forte e independente”, começou a cantora.

O artigo deveria abordar os anos de carreira de Madonna e ajudar na divulgação de seu novo álbum Madame X, mas a cantora disse que não foi isso o que aconteceu. “A jornalista que escreveu este artigo passou dias e horas e meses comigo e foi convidada para um mundo que muitas pessoas não têm a chance de ver, mas escolheu focar em assuntos triviais e superficiais como a etnia da minha dublê ou o tecido das minhas cortinas e os comentários sem fim sobre a minha idade que nunca seriam mencionados se eu fosse um HOMEM”, desabafou.

[anuncio]

Por fim, Madonna reforçou a misoginia presente no perfil e fez um apelo. “Mulheres têm muita dificuldade em serem as campeãs de outras mulheres, mesmo se elas estejam posando como feministas intelectuais. Eu me arrependo de ter passado 5 minutos com ela. Isso faz eu me sentir estuprada. E, sim, eu posso fazer essa analogia porque fui estuprada aos 19 anos. Mais provas de que o NYT é um dos pais fundadores do Patriarcado. E eu digo: MORTE ao PATRIARCADO costurado profundamente no tecido da sociedade. Eu nunca vou parar de lutar para erradicá-lo”, concluiu.

O artigo da New York Times Magazine abordou a apresentação de Madonna no Billboard Music Awards, descreveu com detalhes sua casa em Londres, falou sobre a solidão que ela sentia vivendo com os filhos em Portugal (“Eu realmente queria fazer amigos”, ela descreveu) e relembrou a época em que a cantora trabalhou com Harvey Weinsten, acusado por vários crimes de assédio.

Nem a revista, nem a autora, se pronunciaram após o desabafo de Madonna.

O post Madonna detona jornalista e entrevista que deu à The New York Times Magazine: “Me fez sentir estuprada e eu posso fazer essa analogia” apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.