Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Meu filho quer fazer uma cirurgia plástica! E agora?

Uma pesquisa realizada pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) revelou que nos últimos dez anos houve um aumento de 141% no número de procedimentos entre adolescentes de 13 a 18 anos. 

Os dados servem para chamar a atenção dos pais para que se perguntem sobre a real necessidade de os filhos passarem por procedimentos estéticos. É importante procurar entender, por exemplo, se está havendo pressão dos colegas e de padrões impostos pela sociedade.

“Devemos sempre salientar que para a realização de uma cirurgia plástica o paciente precisa ter o desenvolvimento corporal quase que completo e a certeza de que se trata de uma decisão dele, e não porque amigos realizaram ou por pressão de mídia sociais”, explica Dr. Wendell Uguetto, cirurgião plástico, membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica e integrante do Hospital Israelita Albert Einstein. 

A seguir, o especialista fala sobre os cuidados a serem tomados e conta quais são os procedimentos mais comuns entre adolescentes. 

tabelinha para nao engravidar

Cirurgia plástica em jovens é recomendada quando eles sofrem algum tipo de bullying. Foto: iStock

Fortíssima: A partir de que idade pode-se fazer uma cirurgia plástica?

Dr. Wendell Uguetto: Qualquer paciente acima de 18 anos pode, sozinho, tomar a decisão de fazer uma cirurgia plástica. Quando o paciente tem menos de 18 anos é necessário ter a autorização prévia dos pais. Não existe uma idade recomendada para se realizar uma cirurgia plástica. Esta deve ser feita quando o paciente tem o desejo de alterar alguma parte que o incomode em seu corpo ou em seu rosto. 

Se este desejo é condizente com suas expectativas e o paciente tem condições intelectuais e psicológicas de se submeter a esse procedimento está indicada cirurgia. No caso dos adolescentes também não há uma idade mínima, mas é de costume analisarmos se o jovem já teve o seu crescimento corporal quase completo e se tem maturidade para entender o processo cirúrgico – e se de fato o que o incomoda é realmente dele ou se é pressão de amigos ou das redes sociais.

Benefícios da rinoplastia: correção estética e melhora respiratória

Em quais casos recomenda-se a cirurgia plástica em jovens?

É recomendado cirurgia plástica em adolescentes, principalmente, quando eles têm sofrido algum tipo de bullying ou preconceito decorrente da sua deformidade. 

Em crianças com orelha de abano, por exemplo, a cirurgia de otoplastia já é liberada a partir dos 7 anos de idade, e é rotineiramente realizada nesta idade, porque é quando essas crianças começam a sofrer com julgamentos dos colegas na escola. 

Existem casos, por exemplo, de adolescentes meninos que sofrem de ginecomastia, que é a presença de glândulas mamárias. Em geral acontece entre 13 e 14 anos de idade. Também recomendo a cirurgia quando essa ginecomastia não regride espontaneamente e a criança/adolescente está sofrendo bullying na vida social ou severas alterações psicológicas. 

Quais são os tipos de cirurgia plástica mais frequentes em jovens?

As cirurgias mais realizadas entre os adolescentes são correção de orelha de abano e ginecomastia, que são consideradas cirurgias mais reparadoras do que para estética. Mas há um aumento considerável no número de cirurgias plásticas normalmente realizadas nos adultos: estão sendo feitos cada vez mais cedo procedimentos como a lipoaspiração, colocação de prótese de silicone e cirurgia estética de nariz.

Existe algum tipo de procedimento não recomendado para menores de idade?

Não existe uma contraindicação absoluta ou uma cirurgia que não seja recomendada para adolescentes. Devemos sempre salientar que para a realização de uma cirurgia plástica o paciente tem que ter o desenvolvimento corporal quase que completo e ter a certeza sobre o que realmente quer alterar no seu corpo – sabendo que isso é uma decisão dele, e não porque amigos realizaram ou por pressão de mídia sociais.

Antes de qualquer cirurgia plástica, deve-se fazer um preparo psicológico no adolescente?

Acredito que este trabalho psicológico deve ser realizado antes mesmo de os pais procurarem um cirurgião plástico. Eles devem tentar entender o motivo da insatisfação de seus filhos e se essa insatisfação é decorrente de bullying ou por pressões sociais.

Tire suas dúvidas sobre a prótese de silicone, das indicações aos riscos

Quais são riscos do excesso de cirurgia plástica em jovens a longo prazo?

Os riscos são os mesmos que o excesso de cirurgia plástica em adultos.Tudo que é feito em exagero é ruim, e o exagero na realização de cirurgias plásticas acaba gerando deformidades e sequelas futuras. Eu aconselho apenas a realização de cirurgia plástica estética em adolescentes em situações pontuais, quando eles já têm discernimento psíquico e seu corpo está em seu desenvolvimento quase que completo.

É importante lembrar que cada caso deve ser analisado de forma individual. Por exemplo, muitas vezes temos jovens de 14 ou 15 anos com corpo totalmente formado e super maduros do ponto de vista psicológico. Esse é uma paciente que se fosse submetido a um procedimento estético poderia realizá-lo sem problema algum. 

Por outro lado, às vezes existem pacientes de 17 anos que ainda não têm sua formação corporal completa ou maturidade intelectual suficiente pra entender um procedimento cirúrgico. Nesses casos, apesar de serem mais velhos do ponto de vista cirúrgico, estão bem menos preparados do que os pacientes da situação anterior.

O post Meu filho quer fazer uma cirurgia plástica! E agora? apareceu primeiro em Fortíssima.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.