Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Em entrevista, Taylor Swift tem melhor reação quando perguntada sobre Scooter Braun e desabafa sobre desigualdade de gêneros na indústria: ‘Há um vocabulário diferente’

Sem tempo pra intrigas, irmão! Sabemos muito bem que Taylor Swift conta tudo sobre sua vida através de suas músicas, mas dessa vez, a diva deu uma entrevista ao programa CBS Sunday Morning, falando um pouco mais sobre sua carreira e até tocou em assuntos mais delicados, como o caso envolvendo o empresário Scooter Braun. Eita!

Além da conversa, Taylor abriu um espaço na agenda ocupadíssima com as divulgações de seu sétimo álbum para exibir um pouco mais de suas habilidades no piano e aproveitou para mostrar o que rola por trás das câmeras durante as gravações de um clipe super produzido, assim como os dela.

A entrevistadora questionou como é o processo criativo da loira, que afirmou ter um horário específico para colocar os conceitos em prática. “Geralmente é no meio da noite. Ou quando estou tentando dormir e não consigo, aí tenho uma ideia… Então penso, ‘bem, não estou cansada mesmo’, e acabo ficando por aqui [sala do piano]“, confessou a artista.

Mesmo com um talento incrível e seu sucesso estrondoso, Tay explicou para a jornalista que ser uma mulher já lhe prejudicou muito na indústria da música. “Sempre terá pessoas perguntando: ‘Ela quem escreveu as próprias músicas?’, ou falando da sua vida pessoal e amorosa. Tem um vocabulário diferente para homens e mulheres nessa indústria. Quando um homem faz algo, é estratégico. Uma mulher faz a mesma coisa, e é calculado. Um homem pode reagir, uma mulher só tem reações exageradas”, apontou.

Aparentemente, a reação que Swift costuma ter diante das críticas é trabalhar! A diva sempre escreveu ou co-escreveu todas as suas músicas e também esteve por trás da criação de todos os seus videoclipes desde o início da carreira. Ao relembrar esse momento, ela agradeceu ao irmão por ter largado a própria vida ao se mudar para Nashville, junto dela, em busca do sonho pelo estrelato da popstar. “Ele é um irmãozão por ter feito isso”. Felizmente, os planos deram mais do que certo, não é mesmo? Como forma de agradecimento, Taylor brincou e disse que “compra muitos presentes pra ele”.

A menininha do country se tornou uma das mulheres mais poderosas no meio musical, hoje colecionando mais Grammys que grandes nomes, como o The Rolling Stones. Sobre sua evolução, nossa querida TayTay declarou: “Eu ainda sou a primeira a pedir desculpas quando estou errada, mas acho que me saio melhor me defendendo quando erram comigo. E isso é algo que aprendemos com o tempo”. Sentimos uma indireta? Talvez.

[anuncio]

Logo em seguida, o nome de Scooter Braun foi mencionado no bate-papo e palavras nem foram necessárias para demonstrar os sentimentos da cantora. Sua reação disse tudo. Diante das alegações de que era conivente com os acordos assinados na época, Taylor reiterou ter descoberto o ocorrido junto de todos nós, assim que a notícia de que Scooter havia comprado a antiga gravadora da qual ela fazia parte, incluindo os direitos de suas músicas, por US$300 milhões (R$1.200 bilhões) em acordo com a Big Machine, foi reportada pela mídia.

“Ninguém sabia. Eu sabia que ele [Scott Borchetta, co-proprietário da Big Machine] ia vender minhas músicas em algum momento, mas não podia acreditar para quem ele tinha vendido. Porque nós tivemos diversas conversas sobre o Scooter Braun. E ele tem 300 milhões de motivos para convenientemente esquecer de todas elas”, alfinetou a diva.

Por fim, a voz de “You Need To Calm Down” foi questionada sobre sua relação com os haters e afirmou que acredita em perdão. “As pessoas falam que você deve esquecer para seguir em frente com alguma coisa. Não, você não precisa. Você pode seguir em frente sem nenhuma dessas coisas acontecerem. Você apenas torna o assunto indiferente e então segue em frente”, contou.

“E sim, acredito em perdão para as pessoas que são importantes e que enriqueceram sua vida, apesar de algum momento ruim… Mas se algo é tóxico e tem sempre sido assim, o que você faz? Apenas siga em frente, e está tudo bem”, finalizou.

Sincerona, né? E é exatamente por isso que a gente ama essa mulher!

O post Em entrevista, Taylor Swift tem melhor reação quando perguntada sobre Scooter Braun e desabafa sobre desigualdade de gêneros na indústria: ‘Há um vocabulário diferente’ apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.