Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Youtuber é criticada após bater em cachorro durante vídeo e responde acusações

O cachorro de Brooke Houts, Sphinx, sempre costuma aparecer ao lado de sua dona enquanto ela grava vídeos para o seu canal no YouTube. Mas, desta vez, um trecho que supostamente seria cortado da edição vazou e nós pudemos acompanhar como eram os bastidores disso tudo… Realmente são cenas muito difíceis de acompanhar.

O intuito da filmagem era replicar uma brincadeira em que os animaiszinhos tentam passar por uma barreira de plástico filme (que não conseguem ver) e ficam confusos com isso. Desde já, dá para perceber que falta cuidado com o cão, né?  Nos bastidores da produção o cachorro de Brooke Houts é atingido com tapas e leva um cuspe de sua dona.

O abuso sofrido pelo cachorro de Brooke Houts

Ao que tudo indica, o upload foi feito por engano no final do vídeo em que ela supostamente editou para subir em seu canal. Os trechos de violência fora deletados, mas mais tarde acabaram sendo recuperados por páginas de proteção aos animais.

cachorro de brooke houts

Sphinx e Brooke Houts – Foto: Reprodução/YouTube

De acordo com o TMZ, as autoridades locais já estão investigando a influenciadora digital. Brooke, privou suas redes sociais, mas mesmo assim postou uma nota de esclarecimento sobre o assunto. “Eu não sou uma abusadora de cachorros ou de qualquer animal, de maneira nenhuma. Qualquer pessoa que já tenha testemunhado ou ouvido abuso contra animais consegue ver isso claramente. Meu cachorro não foi ferido de maneira alguma“, escreveu.

Bom, vamos esperar para que a polícia de Los Angeles apure o caso e que a justiça seja feita em favor de Sphinx, não é mesmo? Muito triste só de pensar que muitos animais passam por situações tão ruins ou piores ainda do que essas todos os dias. É sempre importante denunciar os casos de abuso por meio do número do Disque Denúncia Animal0800 600 6428.

E se você ainda tem dúvidas sobre o que são considerados maus-tratos contra animais, confira alguns itens da lista presente no Decreto Lei 24.645/1934, de Getúlio Vargas:

  • Abandonar;
  • Ferir, mutilar ou envenenar;
  • Manter preso permanentemente em correntes;
  • Manter em locais pequenos e sem higiene;
  • Não abrigar do sol, da chuva e do frio;
  • Deixar sem ventilação ou luz solar;
  • Não dar comida e água diariamente;
  • Negar assistência veterinária ao animal doente ou ferido;
  • Obrigar a trabalho excessivo ou superior à sua força;
  • Utilizar animais em shows que possam lhe causar pânico ou estresse;
  • Capturar animais silvestres;
  • Promover violência como rinhas, farra-do-boi, dentre outros.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.