Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

As queimadas na Amazônia

A Amazônia é uma floresta tropical considerada o pulmão do planeta, é a região de maior biodiversidade do mundo e maior bioma do Brasil, ela abrange também o território de outros países como a Colômbia, Equador, Guiana, Guiana Francesa, Peru, Suriname e Venezuela, contudo a maior parte do território que compreende a Amazônia está localizada no Brasil.

Uma região com fauna e flora extremamente rica, com algumas espécies de plantas e animais que somente coexistem nesse território, além disso, vivem diversas tribos indígenas. Um dos símbolos do bioma da Amazônia é a vitória-régia e a ave Tucano. 

Nos últimos anos a Amazônia tem sido devastada e explorada, sofrendo grandes desmatamentos e queimadas, destruindo assim, grande parte da floresta e de seus animais, sendo que algumas espécies estão ameaçadas de extinção como o Boto-cor-de-rosa e Boto-preto.

É verdade que a floresta Amazônica sempre sofreu com as queimadas, mas no ano de 2019, esses incêndios aumentaram 84% a mais em relação 2018, representando um dos maiores números desde 2013, quando o Brasil iniciou o controle dos dados através do INPE (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais), que por meio de satélites monitoram os incêndios na região. A NASA também faz esse monitoramento das queimadas na região e confirma que neste ano de 2019, houve um aumento na devastação da Amazônia através de queimadas.

O que se constata é a destruição da floresta por grandes incêndios, gerando diversas consequências negativas para o meio ambiente, não só nacionalmente, mas mundialmente. Em São Paulo, no dia 19 de agosto por volta das 15 horas da tarde, o dia se tornou noite devido a fumaça das queimadas que invadiu o céu da capital paulistana e alguns moradores chegaram a relatar o cheiro da fumaça.

O dano maior é para saúde e principalmente para a população que vivem onde são realizadas as queimadas, agravando sintomas como dificuldade de respirar e consequentemente o aumento de internações de crianças e idosos. Tornado doenças reparatórias um problema crônico e agravado, pois a prática das queimadas é realizada na região com frequência, lesando com a saúde dos habitantes. Geralmente essas queimadas são realizadas para o exercício da agropecuária brasileira, utilizando o fogo para limpar o chão e depois é utilizado para plantar pasto para pecuária, depois disso outra área é escolhida para ser limpa através do sistema de queimada, para preparar o terreno para a agricultura e assim surge esse sistema destrutivo para a floresta, que vai se expandindo.

Sem um método sério e comprometimento do nosso governo para combater as queimadas, penso que nossa floresta está em perigo. Políticas e partidos a parte, o que é necessário fazer não está sendo feito, que é proteger a maior floresta do mundo contra o desmatamento. Muitas das Ongs que trabalham para proteger a Amazônia, estão sendo acusadas pelo próprio governo brasileiro sem provas, sendo colocadas como as responsáveis pelos incêndios na floresta.

Insistindo novamente, partidos e políticos a parte, o que necessário é mais atenção e seriedade de nossos governantes, para agirem e colocar em práticas políticas para proteção do meio ambiente, é uma questão de sobrevivência para o nosso planeta.

Um fato importante ocorrido a pouco tempo, foi que o G7, que é um grupo composto pelos países mais industrializados do mundo Alemanha, Canadá, Estados Unidos, Itália, França, Reino Unido e Japão, ofereceram uma ajuda financeira para combater as queimadas na Amazônia ao Brasil, ajuda essa inicialmente de 20 milhões de euros, mas nosso presidente recusou essa ajuda.

 Motivos bons ou ruins, o importante para o mundo é o pulmão verde continuar existindo, e ser devidamente protegido. Nossos governantes precisam se conscientizar da importância da Amazônia e agir enquanto há tempo para não firmar um inferno produzido pelas queimadas. Um desastre ambiental, que pode mudar completamente nosso clima e ter severas consequências para as gerações futuras, no Brasil e no mundo.

Escrito por

Fátima Mendes

Fontes:

genciabrasil.ebc.com.br   https://brasilescola.uol.com.br/brasil/amazonia.htm

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.