Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Homem que estuprou Demi Moore aos 15 anos e pagou 500 dólares para mãe dela tem identidade divulgada

Após Demi Moore usar sua autobiografia para se abrir sobre o estupro que sofreu aos 15 anos, o ‘The Sun’ foi atrás do homem que a abusou e descobriu sua identidade. O homem é o grego Basil Doumas, antigo dono de um clube em Los Angeles, que morreu aos 68 anos em 1997.

Em seu livro, “Inside Out”, a estrela descreveu o estuprador como o amigo da família Val Dumas. Ele pagou 500 dólares, cerca de dois mil reais, à mãe dela para entrar em sua casa. “Foi estupro e uma traição devastadora revelada pela pergunta cruel do homem: ‘Como você se sente em ser prostituída pela sua mãe por 500 dólares?'”, escreveu Demi sobre o episódio.

O site britânico descobriu que Val era o apelido usado pelo grego desde que se mudou para os Estados Unidos. Ele era o dono da boate “La Cage Aux Folles”, popular entre as celebridades dos anos 70, como Elton John, Sylvester Stallone e Michelle Pfeiffer.

[anuncio]

Quem revelou a informação foi George Germanides, ex-sócio de Doumas. “O nome real dele era Basil e seu apelido sempre foi Val. Ele era meio que o meu parceiro silencioso desde 1974. Ele tinha muito dinheiro. Mas eu comprei tudo dele depois de sete anos”, contou o empresário.

George ainda disse que não tinha nenhum conhecimento sobre o caso de estupro. “Eu não tenho ideia. Se é verdade, é uma história muito triste”, lamentou ele. A filha de Basil não quis comentar o assunto.

Demi Moore se abriu sobre o estupro que sofreu aos 15 anos (Foto: Reprodução/GMA)

Na biografia, Demi conta que conheceu Val com a sua mãe, Ginny King, em um restaurante nos anos 1970. Eles teriam saído para almoçar no restaurante dele alguns dias depois e foi aí que ele começou a aparecer em sua escola. Um dia, ela entrou em casa e o encontrou lá, pronto para estuprá-la.

[anuncio]

No final de setembro, Moore respondeu ao ‘Good Morning America’ se acreditava que sua mãe a teria vendido. “No fundo do meu coração, não. Não acho que tenha sido uma transação planejada. Mas ela realmente deu a ele o acesso e me colocou no caminho de ser machucada”, desabafou a protagonista de “Ghost: Do Outro Lado da Vida”.

Esse não foi o único momento tenso que a atriz teve com sua mãe na infância. Aos 12 anos, Demi teve que salvá-la de uma tentativa de suicídio. “Eu me lembro de usar meus dedos, os pequenos dedos de uma criança, para arrancar os comprimidos que minha mãe tentou engolir de dentro da boca dela”, relatou a beldade em sua biografia.

Na entrevista para a repórter Diane Sawyer, a estrela de 56 anos disse que aquela não foi a última vez que algo do tipo aconteceu. “Foram muitas e muitas vezes. Minha infância acabou [naquela época]. Foi um momento que mudou minha vida”, confessou. Ginny faleceu em 1998.

O post Homem que estuprou Demi Moore aos 15 anos e pagou 500 dólares para mãe dela tem identidade divulgada apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.