Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Miley volta a falar sobre sexualidade e explica declaração controversa em live

Eita! A polêmica de Miley Cyrus começou nesta segunda (21), quando a cantora fez uma transmissão ao vivo em seu Instagram junto com seu atual namorado, Cody Simpson. Enquanto os dois conversavam com o público, a artista resolveu elogiar o astro comparando-o com os seus ex-parceiros e acabou dando uma declaração que abalou sua relação com a comunidade LGBTQ+.

A polêmica de Miley Cyrus

Ao evidenciar que é preciso continuar insistindo e acreditando no amor porque, apesar das experiências ruins, ainda existem pessoas boas legais por aí, Miley acabou não se expressando muito bem. “Não desistam. Vocês só tem que encontrá-los. Você tem que encontrar um pênis que não seja um babaca, sabe? Você não precisa ser gay, há boas pessoas com pênis por aí”, disse.

Com a declaração, muitas pessoas e a mídia inclusive se posicionaram contra a fala da cantora, como foi o caso da revista americana OUT. “Então Miley Cyrus está sugerindo que mulheres são gays por causa de homens maus, como se fosse uma decisão consciente que tomam… uh, homens! Não é assim que a sexualidade funciona, Miley”, apontou o veículo. Quem também falou sobre o assunto no Twitter foi a jornalista britânica Rosie Percy, que escreve para o The Guardian:

Mulheres ‘não precisam ser gays’ porque ‘não podem encontrar uma pessoa boa com pênis’. Não use a comunidade queer como um escape porque você não podia arrumar um namorado. As pessoas não são queer porque ‘desistiram’ de homens. Isso é muito ofensivo.” Com a contínua e intensa quantidade de críticas em relação a polêmica de Miley Cyrus, a artista resolveu esclarecer sua opinião nas redes sociais.

Eu estava falando sobre caras idiotas, mas deixe-me esclarecer, VOCÊ não ESCOLHE sua sexualidade. Você nasceu assim. Tem sido minha prioridade proteger a comunidade LGBTQ. Sou parte dela. Boa segunda-feira”, escreveu no Twitter.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.