Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Terapia de casal: qual é o momento certo para repensar o relacionamento?

Embora o amor seja fundamental, um relacionamento harmonioso depende de muitos outros fatores, incluindo boa comunicação, paciência, compreensão e cumplicidade. E não é fácil cultivar tudo isso em meio ao stress do dia a dia. 

Por isso, quando os problemas parecem não ter solução, mas o casal ainda deseja ficar junto, uma opção é a terapia de casal. “Trata-se de um processo focal e breve que busca compreender como se dá a construção da identidade conjugal e sua repercussão na relação entre os cônjuges”, explica Paulo Tessarioli, psicólogo e sexólogo. 

Mas muitos casais ainda ficam receosos ao optar pela terapia, já que esse é o momento em que assumem que falta algo na relação. Mas não se preocupe: vamos tirar todas as suas dúvidas para que vocês tomem a melhor decisão!

Vida de casal

Falta de diálogo é a principal barreira a ser superada pelo casal. Foto: iStock

Motivos que levam à terapia de casal

Entre os motivos que levam à necessidade de buscar terapia podem estar a crise de desejo sexual, crise de sentimento, crise de admiração, divergência de opiniões, situação financeira, educação dos filhos, conflitos em família e até perda do interesse romântico. Existem casais que elevam a gravidade desses conflitos e, se realmente quiserem continuar no relacionamento, precisam de ajuda para amenizar os sentimentos negativos em relação ao parceiro. 

Como funcionam as sessões?

Geralmente, o profissional desenvolve uma interação com o casal e tenta melhorar a comunicação entre os dois durante as sessões. A terapia tem o objetivo de reconhecer o que é, ou não, comum entre eles. A frequência das sessões mais comum é a quinzenal, alternando as sessões conjuntas com sessões individuais para alinhar assuntos que geram conflitos nas sessões conjuntas.

Conheça o aplicativo para casais que pode ajudar em seu relacionamento

Terapia de casal salva a relação?

Essa é uma das grandes dúvidas de quem procura pela terapia de casal, mas a resposta é não. O psicólogo/terapauta irá indicar o melhor caminho para que os cônjuges resolvam seus problemas sozinhos. 

“A terapia de casal areja os conflitos e isso pode significar, num primeiro momento, mais desconforto e agravamento das crises. Porém, esse movimento pode facilitar a convivência a partir do desenvolvimento da capacidade de ceder, negociar e renegociar”, explica Paulo. Dito isso, não espere que o profissional resolva seus problemas com o parceiro: tudo depende de algumas mudanças de atitude tomadas a partir dos direcionamentos do terapeuta. 

Além disso, o psicólogo deve atuar com imparcialidade, oferecendo a ambos os cônjuges a mesma atenção e interesse pelo entendimento que possuem a respeito do que está acontecendo na relação. 

Benefícios da terapia de casal

Adotar a sessão de terapia de casal é um momento oportuno para compreender as dificuldades na convivência a dois. “Só isso já resume bem os benefícios da terapia, pois mostra que o casal deseja retomar a sintonia. É uma forma de dizer que eles ainda se amam e se preocupam com a relação”, explica o especialista. 

Se mesmo após a terapia o casal não se entender, é preciso repensar as direções do relacionamento. “A terapia de casal, assim como todas as modalidades de terapia, está a serviço da mudança, seja ela qual for”, completa. 

Como evitar brigas no relacionamento por causa de problemas financeiros?

O post Terapia de casal: qual é o momento certo para repensar o relacionamento? apareceu primeiro em Fortíssima.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.