Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Veja 6 dúvidas sobre pele oleosa e aprenda a melhor forma de lidar com ela

Quem tem pele oleosa sabe o trabalho que dá controlar a oleosidade! Mulheres de pele com essa tendência precisam de produtos e cuidados especiais para manter uma aparência saudável e bonita. Mas por que será que a pele produz oleosidade? Como cuidar da maneira correta? É preciso hidratá-la? Será que se pode usar produtos à base de óleos? 

Para esclarecer dúvidas sobre a pele oleosa, conversamos com Paola Pomerantzeff, dermatologista, membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) e da Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica (SBCD). Veja como foi o papo: 

Fortíssima: Por que alguns tipos de pele produzem oleosidade?

Dra. Paola Pomerantzeff: Normalmente, as glândulas sebáceas secretam uma quantidade mínima de sebo ao longo do dia para formar uma barreira protetora em cima da camada mais superficial da pele. Nas pessoas com pele oleosa, porém, essas glândulas são maiores e hiperfuncionantes, ou seja, produzem maior quantidade de sebo. Geralmente, essa condição é determinada geneticamente – a pessoa nasce assim. 

Em outras situações, porém, a pessoa pode produzir uma oleosidade como efeito rebote: se houver um ressecamento por uso exagerado de produtos justamente para reduzir a oleosidade da pele, ou durante o tratamento de acne, o manto lipídico presente na pele como barreira protetora pode ser removido. Com isso, a pele “entende” que deve produzir o manto novamente para se proteger, e a “oleosidade rebote” acontece.

Ainda pode ocorrer maior oleosidade por distúrbios hormonais e outros fatores, como falta de higiene, falta de rotina diária de limpeza, alimentação gordurosa e com alto índice glicêmico, tabagismo, exposição solar excessiva ou alguns medicamentos.

Se não tratada, o que pode acontecer com a pele oleosa?

Se não tratado, o acúmulo de oleosidade e o hiperfuncionamento das glândulas sebáceas podem levar ao acúmulo de sebo nos poros e, com isso, à formação de acne – ou comedões, pápulas e pústulas. Comedões são cravos, pápulas são “bolinhas avermelhadas” e pústulas são aquelas “espinhas com pus no centro”. 

Pele oleosa também deve ser hidratada?

Sim, a pele oleosa deve ser hidratada com produtos específicos, que ajudam a controlar a quantidade e a qualidade do sebo que é produzido – justamente para que não ocorra a oleosidade rebote.

Ainda há um mito em relação à pele oleosa: muitas mulheres acreditam que não precisam de hidratação por produzirem oleosidade natural. Na verdade, é o contrário: quanto mais sua pele for hidratada e cuidada com os produtos ideais, mais irá controlar e reduzir a oleosidade, além de permanecer limpa e saudável por mais tempo. Por isso, nunca deixe de cuidar da pele! 

Peles oleosas podem ser tratadas com produtos à base de óleo?

A limpeza da pele oleosa pode ser feita com cleansing oil, produto à base de óleos vegetais orgânicos ou naturais. O óleo mineral jamais deve ser utilizado porque tem ação comedogênica (obstrui os poros). 

Pele hidratada no inverno

Utilizar os produtos certos e abusar dos hidratantes é essencial para deixar a pele oleosa saudável. Foto: iStock

O “blend” mais indicado para peles oleosas seria óleo de melaleuca (que não entope os poros), óleo de rícino (que tem efeito adstringente e ação antiproliferativa contra bactérias), óleo de jojoba (ação anti-inflamatória) e óleo de alecrim (ação anti-inflamatória e melhora da acne). Evite os óleos que têm maior poder de hidratação (como os óleos de coco, de amêndoas e de karité).

Essa limpeza com óleos mantém o manto lipídico e evita a oleosidade rebote por ressecamento. Mas é importante que cada pele seja individualmente analisada para se propor os melhores produtos a serem utilizados e, posteriormente, avaliar se estes estão sendo efetivos e benéficos. 

Máscara de argila verde: Como fazer e quais os benefícios para a pele oleosa

Como os óleos hidratantes podem ajudar a pele oleosa?

Os óleos hidratantes podem ajudar a retirar a maquiagem e impurezas e evitar o efeito rebote por ressecamento exagerado da pele. Mas não devem ser utilizado como rotina diária, pois a longo prazo podem ser prejudiciais para uma pele mais oleosa. Uma opção bacana é usá-los de maneira intercalada (fazendo uma limpeza com sabonete e tônico adstringente pela manhã, por exemplo, e com óleos à noite). 

Que cuidados as pessoas com pele oleosa precisam tomar na hora de escolher os produtos para o skincare?

É importante sempre prestar atenção no rótulo antes de comprar, porque em algumas formulações existem silicone, parafina ou outros derivados de óleos minerais que não são legais. Esses componentes apenas lubrificam a pele, ou seja, não hidratam e não penetram nela, causando a obstrução de poros e piorando a oleosidade.

Veja dicas de como cuidar da pele sem gastar muito tempo ou dinheiro

O post Veja 6 dúvidas sobre pele oleosa e aprenda a melhor forma de lidar com ela apareceu primeiro em Fortíssima.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.