Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Selena Gomez, Camila Cabello e outras celebs apoiam Taylor Swift; ex-gravadora diz que cantora deve R$ 29 milhões: “Está em busca de sangue”

Após Taylor Swift anunciar que Scooter Braun e Scott Borchetta a proibiram de apresentar suas músicas antigas no American Music Awards, a ex-gravadora da cantora, Big Machine Records, resolveu se posicionar.

Através do TMZ, fontes ligadas à empresa disseram que eles tentaram entrar em um acordo com Taylor, mas ela rejeitou todas as propostas e “está em busca de sangue”. Em seu desabafo, a diva deixou claro que realmente não estava de acordo com as propostas que eles sugeriram.

“Scott contou à minha equipe que eles apenas vão me deixar usar a minha música se eu fizer essas duas coisas: concordar em não regravar as novas versões das músicas no ano que vem (o que é algo que eu posso legalmente e que estava esperando ansiosamente para fazer) e também disse à minha equipe que eu precisaria parar de falar sobre ele e o Scooter Braun”, descreveu ela.

As fontes da Big Machine contaram ao TMZ outra situação com a qual eles estão lidando em relação à Swift. Segundo os insiders, a artista deveria mais de 7 milhões de dólares (cerca de 29 milhões de reais) à gravadora há mais de um ano.

[anuncio]

Além disso, ela também deveria gravações-mestre e conteúdos de vídeo. De acordo com os informantes, Scott e Scooter teriam estendido um “ramo de oliveira” para a Taylor, pedindo que ela sentasse com eles para tentar enterrar o passado, mas ela recusou veemente, ameaçando ir a público se eles não dessem o que ela queria.

Taylor Swift, Scooter Braun e Scott Borchetta. (Fotos: Getty)

Como a cantora mencionou em seu relato, basicamente “seja uma boa garotinha e cale a boca, ou você será punida”. Além do TMZ, na manhã desta sexta (16), a Big Machine emitiu um comunicado oficial, dizendo que as informações divulgadas por Swift eram falsas e que eles nunca a proibiram de se apresentar na premiação. Confira o pronunciamento completo:

[anuncio]

“Como parceiro da Taylor Swift por mais de uma década, nós ficamos chocados em ver as declarações dela no Tumblr ontem baseadas em informações falsas. Em nenhum ponto nós dissemos que a Taylor não poderia se apresentar no AMAs ou bloqueamos o especial dela na Netflix. Na verdade, nós não temos o direito de impedi-la de se apresentar em qualquer lugar. Desde a decisão da Taylor em sair da Big Machine no último outono, nós continuamos a honrar todos os seus pedidos para licenciar seu catálogo para terceiras pessoas enquanto ela promove seu atual disco, em que nós não participamos financeiramente.

A verdade é que a Taylor admitiu dever milhões de dólares e vários ativos contratualmente para a nossa companhia, que é responsável por 120 funcionários trabalhadores que ajudaram a construir a carreira dela. Nós trabalhamos diligentemente para ter uma conversa sobre esses assuntos com a Taylor e o time dela para produtivamente seguir em frente. Nós começamos a ver progresso nas últimas duas semanas e estávamos otimistas tão recentemente quanto ontem que isso seria resolvido. Entretanto, apesar dos nossos persistentes esforços para encontrar uma solução privada e mutuamente satisfatória, Taylor fez uma decisão unilateral noite passada para juntar sua base de fãs de uma maneira calculista que afeta grandemente a segurança de nossos funcionários e suas famílias.

Taylor, a narrativa que você criou não existe. Tudo o que nós pedimos é uma conversa direta e honesta. Quando isso acontecer, você vai ver que não há nada além de respeito, bondade e apoio esperando por você do outro lado. Até esta data, nenhum dos convites para falar com a gente e trabalhar isso foi aceito. Rumores alimentam a ausência de comunicação. Não vamos deixar isso continuar. Nós dividimos o objetivo coletivo de dar nossos fãs o entretenimento que eles querem e merecem.”

“Um homem pode reagir, uma mulher é exagerada”

Nem Scooter Braun, nem Scott Borchetta se pronunciaram diretamente, mas várias celebridades já demonstraram seu apoio à Taylor desde que ela postou o desabafo na noite de ontem (14). Selena Gomez, Camila Cabello, Halsey, Ruby Rose, Gigi Hadid e outros amigos da diva mostraram sua indignação pelo ocorrido. Confira abaixo as traduções:

[anuncio]

Selena Gomez

“Meu coração está tão pesado neste momento. Isso me faz mal e extremamente brava. (Eu não ligo se tiver retaliação, essa é a minha opinião). É ganancioso, manipulação e poder. Não há coração ou pensamento sobre outras pessoas. Nenhum respeito pelas palavras que minha amiga escreveu desde que ela tinha 14 anos em seu quarto.

Vocês roubaram e esmagaram a oportunidade de uma das melhores compositores do nosso tempo de celebrar toda a sua música com os fãs e o mundo.

Eu conheço a Taylor há 13 anos. Ela é uma das mulheres mais dedicadas, destemidas, impetuosas e fortes que eu conheço. Pessoas podem dizer ‘vadia’, mas o que eu estou dizendo para vocês é que isso é chamado de uma mulher com uma verdadeira identidade e força que não aceita m*rda. Eu ouvi Fearless antes dele ser lançado e eu apenas me lembro de nós pulando numa cama e ela estava brilhando, tão orgulhosa de seu diário ser lido pelo mundo todo. Nervosa das pessoas não gostarem, mas esse se tornou um de seus maiores discos – um álbum que salvou tantas mulheres jovens que se sentiam sozinhas. Tinham um coração partido. Que estavam se curando. Aquelas que se sentiam invisíveis. Deu uma voz para aqueles que não sabiam que tinham uma. Fizeram acreditar em sonhos de novo. Eu continuei a ver como ela constantemente desafiou a si mesma para criar uma vida linda que pertencesse apenas à ela. Então eu posso dizer em primeira mão para vocês que a coisa mais importante para a Taylor é sua família, amor, seus fãs e sua MÚSICA. Eu realmente espero que haja uma mudança de coração em relação à essa situação infeliz.

Ver minha melhor amiga (ou qualquer amiga minha) ser constantemente diminuída é o pior sentimento. Taylor luta. Ela nunca vai parar de lutar. As pessoas crescem com escolhas. Alguns vão continuar exatamente os mesmos. Eu apenas quero uma mudança de coração. Amo você.”

Camila Cabello

“Como fã da música da Taylor desde sempre, eu tenho algumas das melhores memórias da minha vida ouvindo os seus primeiros álbuns. Eu me lembro de ouvir músicas como Love Story ou You Belong With Me ou The Best Day na Reputation Tour e chorar pelo quanto essas músicas significavam para mim. É de partir o coração e como se o mundo estivesse sendo roubado de algo importante e lindo que ela não possa cantar essas canções, sua vida de trabalho, com seus fãs.

Como pode uma gravadora fazer isso com um artista? Eu não consigo imaginar minha vida sem momentos quando eu escuto a música da Taylor e isso me traz de volta a ser uma romântica sem esperanças de 13 anos no meu quarto e eu lembro quem eu quero ser e como eu quero me sentir.

Para os fãs dela e ainda mais para ela, essas não são apenas músicas. São memórias, fazem amigos antigos se unirem, é medicina, é alegria. Eu não consigo imaginar o quão doloroso deve ser para você, @taylorswift, eu não consigo entender como isso pode acontecer. Uma gravadora não deveria poder fazer isso com um artista. O que quer que precise acontecer para arrumar essa situação precisa acontecer.”

Halsey

“Tentando escolher minhas palavras sabiamente agora; Não só nós estamos olhando para um movimento de negócio péssimo (porque alguém deveria ser incentivado a permitir Taylor apresentar suas músicas vendo que isso redirecionaria a redescoberta de seu catálogo do qual eles lucram????), mas isso é apenas cruel. Isso é punição. Isso é esperar silenciá-la de falar sobre coisas, pendurando-a pelo pescoço. Essas pessoas são protegidas porque eles inspiram cumplicidade com medo. Se bancam na ilusão de que as pessoas não vão se impor contra eles. Que o mundo vai dizer que ela está exagerando. Vocês estão latindo na árvore errada. É a graça e paciência dela nesses momentos que a tornaram Artista da Década.”

[anuncio]

Gigi Hadid

“Scott e Scooter, vocês sabem qual é a coisa certa a se fazer. Taylor e seus fãs merecem celebrar a música”.

Ruby Rose

“Isso não é certo”.

[anuncio]

Lily Allen

“Solidariedade com a Taylor aqui. Isso soa horrível e as pessoas se perguntam por que a música ainda não teve seu momento #MeToo?”.

Sara Bareilles

“Abuso de poder ultrajante e completamente imperdoável”.

Todrick Hall

“Isso me deixa tãaaao bravo”.

Tinashe

“F*da-se isso. Nós estamos com você”.

[anuncio]

Confira abaixo o desabafo completo de Taylor traduzido:

“Gente – foi anunciado recentemente que o American Music Awards vai me honrar com o prêmio ‘Artista da Década’ na cerimônia deste ano. Eu estava planejando apresentar um medley dos meus hits durante a década na premiação. Scott Borchetta e Scooter Braun acabaram de me dizer que eu não posso apresentar minhas músicas antigas na televisão porque eles dizem que isso seria regravar minhas músicas antes de eu ser permitida no ano que vem.

Além disso – e esse não é o jeito que eu planejava dar a notícia pra vocês – a Netflix criou um documentário sobre a minha vida nos últimos anos. Scott e Scooter declinar o uso de minhas músicas ou performances antigas para esse projeto, mesmo que não haja menção de qualquer um deles ou da Big Machine Records em nenhum momento do filme.

Scott Borchetta contou ao meu time que eles apenas vão me deixar usar a minha música se eu fizer uma das duas coisas: concordar em não regravar as novas versões das músicas no ano que vem (o que é algo que eu posso fazer legalmente e estava esperando ansiosamente para fazer) e também disse ao meu time que eu precisaria parar de falar sobre ele e o Scooter Braun.

Eu sinto fortemente que dividir o que está acontecendo comigo poderia mudar o nível de atenção para outros artistas e potencialmente ajudá-los a evitar um destino parecido. A mensagem sendo enviada para mim é muito clara. Basicamente, seja uma boa garotinha e cale a boca, ou você será punida.

Isso é ERRADO. Nenhum desses homens teve uma mão em criar essas músicas. Eles não fizeram nada para criar a relação que eu tenho com os meus fãs. Então é aqui que eu estou pedindo pela sua ajuda.

Por favor, deixem o Scott Borchetta e o Scooter Braun saberem como vocês se sentem sobre isso. Scooter também agencia vários artistas que eu acredito que se importam com outros artistas e seus trabalhos. Por favor, peçam a eles para ajudarem com isso – eu estou esperando que, talvez, a gente possa dar algum sentido para esses homens que estão exercendo um controle tirânico sobre alguém que apenas quer tocar as músicas que escreveu. Eu estou especialmente pedindo ajuda para o The Carlyle Group, que levantou o dinheiro para a venda da minha música para esses dois homens.

Eu apenas quero poder apresentar MINHA PRÓPRIA música. É isso. Eu tentei resolver isso de forma privada através do meu time, mas não consegui solucionar nada. No momento, minha performance no AMA, o documentário da Netflix e qualquer outros eventos gravados que eu estivesse planejando fazer até novembro de 2020 são um ponto de interrogação. Eu amo vocês e achei que vocês deveriam saber o que está acontecendo.”

O post Selena Gomez, Camila Cabello e outras celebs apoiam Taylor Swift; ex-gravadora diz que cantora deve R$ 29 milhões: “Está em busca de sangue” apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.