Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Viola Davis diz que ideia de Julia Roberts interpretar ativista negra é ‘ridícula’: ‘Isso quase não merece uma resposta’

Há cerca de dez dias, um artigo do “Los Angeles Times” revelou que executivos de Hollywood cogitaram a possibilidade de chamar Julia Roberts para viver a ativista negra Harriet Tubman nos cinemas. A ideia deixou muitas pessoas revoltadas, inclusive Viola Davis.

Em entrevista para o site “Madame Noire”, a atriz de “How to Get Away with Murder” lamentou o fato de uma mulher branca ser cotada para viver uma importante figura histórica negra. “Acontece o tempo todo. Aqui está, colocado de forma simples: Julia Roberts como Harriet Tubman é ridículo. Isso quase não merece uma resposta. É ridículo”, afirmou ela.

“Eu entendo que a indústria cinematográfica é muito sobre comércio e dinheiro, eu entendo, mas isso é ridículo”, completou a artista. “Mas o ponto é, e essa é uma conversa de quatro, cinco horas, eu sempre estou um pouco preocupada que as pessoas que são questionadas sobre raça e diversidade e inclusão são as pessoas que precisam delas e não as pessoas no poder”.

[anuncio]

Viola então compartilhou sua visão sobre esses tipos de questionamentos estarem sendo feitos para as pessoas erradas. “Você não deveria questionar as pessoas que não foram convidadas para a festa e sim as pessoas que estão dando a festa. E as pessoas que estão por aí, vivendo de qualquer jeito, até mesmo nessa indústria, que tem a luz verde para votar, que tem o poder de financiar filmes, que estão fazendo essas escolhas de colocar a Julia Roberts como Harriet Tubman, essa é uma questão melhor para eles”, pontuou, exemplificando as perguntas que deveriam ser feitas, em seguida.

Viola Davis criticou a sugestão de Julia Roberts como Harriet Tubman (Foto: Getty)

“Por que você não está armado com informações suficientes para não ver como é importante colocar uma mulher negra como Harriet Tubman? Por que você gostaria de tomar essa decisão? Eu acho que você teria algumas respostas bem concretas”, declarou a atriz. “Porque, escute, Harriet Tubman era de fato uma mulher negra. Você pode passar por todos os livros de história e ver isso. Julia Roberts com um trapo na cabeça correndo pela floresta simplesmente não funciona! É ridículo”, reforçou.

[anuncio]

A ideia deu o que falar há poucos dias, mas no artigo do “Los Angeles Times”, o roteirista Gregory Allen Howard explica que a conversa surgiu em 1994. “‘Esse é um roteiro ótimo. Vamos colocar a Julia Roberts para interpretar Harriet Tubman’, disse o presidente de um dos selos do estúdio. Com sorte, havia uma única pessoa negra naquela reunião 25 anos atrás que contou a ele que Harriet Tubman era uma mulher negra. O presidente respondeu: ‘Isso faz tanto tempo. Ninguém vai saber disso'”, dizia o texto.

O longa “Harriet” estreou no dia 1º de novembro deste ano nos Estados Unidos com roteiro de Gregory Allen Howard e a atriz negra Cynthia Erivo como a protagonista.

O post Viola Davis diz que ideia de Julia Roberts interpretar ativista negra é ‘ridícula’: ‘Isso quase não merece uma resposta’ apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.