Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Descansar pouco ou com má qualidade pode prejudicar o coração

Olheiras, falta de energia, bocejos excessivos, cansaço e mau humor. Que dormir mal pode prejudicar o rendimento no dia a dia todo mundo sabe! Mas não é só isso, a má qualidade do sono pode afetar, além da disposição, a saúde do organismo e do coração.  

Uma boa noite de repouso ajuda nosso sistema cardiovascular a ter um momento de relaxamento e, com isso, é possível normalizar a frequência cardíaca e a pressão arterial, processos essenciais para o bom funcionamento da parte cardiovascular. 

Por que algumas pessoas têm um sono ruim?

“Vários estudos parecem mostrar que o sono ruim pode aumentar a produção e circulação de uma série de substâncias pró-inflamatórias, ou seja, que propiciam eventos inflamatórios, aumentando a formação de placas de gorduras nos vasos, maior agressão à parede dos vasos e maior incidência de infarto e AVC”, explica Dr. Hélio Castello, cardiologista e diretor do Grupo AngioCardio. 

O sono é essencial para um boa saúde e funcionamento do organismo, pois além de relaxar o cérebro, ele melhora a regulação da hipertensão arterial, um fator de risco para infartos e morte cardiovascular. 

Mas é preciso desacelerar o ritmo das tarefas rotineiras, porque a correria do dia a dia é a grande vilã que evita uma noite de sono tranquila. Além desse fator, colaboram para problemas no coração distúrbios endócrinos, obesidade, tabagismo, alcoolismo, depressão, entre outros.

Dormir demais é doença

Sono ruim pode aumentar as chances de problemas no coração, como infarto e AVC. Foto: iStock

Pessoas que já sofreram por conta de doenças cardiovasculares devem redobrar os cuidados com o sono justamente porque já possuem outros fatores predisponentes.

Como evitar uma noite mal dormida?

“Para evitar esses riscos ao coração a principal medida é tentar ter uma noite bem dormida por, no mínimo 7 horas, com maior relaxamento possível e em ambiente estável e relaxante”, orienta o cardiologista.

Outra indicação é não ingerir nenhum tipo de alimento pesado ou fazer um treino intenso na academia antes de ir para a cama. Esses dois últimos fatores colaboram para a inquietação da pessoa durante a noite. 

Estudo descobre de quantas horas de sono você precisa por noite

“Antes de se deitar, tente desligar-se dos problemas diários, evite o uso de aparelhos eletrônicos – tablets, televisão e celulares -, não se submeta à atividades muito agitadas, escolha um ambiente tranquilo e com temperatura amena, com menos iluminação possível, leia um livro relaxante, medite, use um travesseiro confortável e que se adeque às suas necessidades e tome um banho morno ou quente”, completa Dr. Hélio. 

Acima de tudo é preciso tomar alguns cuidados simples que podem melhorar a qualidade do sono. Se você não consegue dormir por horas seguidas ou sofre de insônia, a primeira medida é estabelecer horários regulares para dormir e acordar, deitar apenas quando for dormir de fato, estar em total silêncio e apagar todas as luzes do quarto.

As consequências de dormir mal: porque você deve ter uma boa noite de sono

 

O post Descansar pouco ou com má qualidade pode prejudicar o coração apareceu primeiro em Fortíssima.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.