Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Liam Payne precisou de remédios estabilizadores de humor durante a época do One Direction

O seu maior sonho é atingir a fama? Bom, todo mundo deseja esse sucesso, mas pode ser difícil suportar as consequências. Para Liam Payne, o reconhecimento que ganhou da mídia e público na época do One Direction trouxe também muitos problemas para sua saúde mental. De acordo com o cantor, ser uma estrela do 1D lhe levou a não só abusar do álcool, como também a necessidade de usar remédios para epilepsia, estabilizadores de humor e pensamentos suicidas.

Em entrevista ao The Guardian, Liam disse que na época do One Direction raramente tinha a chance de ir para casa, e quando conseguia retornar, haviam fãs de plantão na porta. A fama trouxe muitas apresentações e uma rotina intensa de trabalho.“Eram shows para milhares de pessoas e depois ficar preso [no hotel] em um país, onde você não pode sair para lugar nenhum. O que mais você vai fazer? O minibar está sempre ali”, comentou Liam sobre o início do abuso de álcool.

Para lidar com toda a pressão, remédios para epilepsia e estabilizadores de humor também começaram a ser usados. “Eu simplesmente precisei de um pouquinho de ajuda para me manter estável. Mas sob certas luzes no palco ou durante entrevistas, eu não seria capaz de dizer meu nome”, disse o astro.

Algumas semanas atrás Liam participou de um talkshow britânico, o Ant Middleton and Liam Payne: Straight Talking, onde foi sincero sobre sua saúde mental durante a boyband. “Há momentos em que o nível de solidão é grande e as pessoas se aproximam todos os dias. Você pensa: ‘quando isso vai acabar?’. Isso quase me matou algumas vezes. Sim [pensei em suicídio], quando estive mal”, confessou.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.