Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Matheus Nachtergale comenta cenas de sexo com Cauã Reymond no cinema: “Ficamos mais íntimos”

No final do mês passado, o 52º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro movimentou os bastidores da sétima arte. No evento, foi exibida uma cena de sexo entre Matheus Nachtergaele e Cauã Reymond no filme “Piedade”. Durante uma entrevista ao “TV Fama” ontem (2), o eterno João Grilo de “O Auto da Compadecida” falou sobre como foi as filmagens das sequências calientes.

No longa, Matheus é o advogado de uma petroleira que tenta convencer a comunidade da praia de Recife a vender seus terrenos. Para isso, ele se envolve com o personagem de Cauã, que faz parte da comunidade, com o objetivo de aumentar sua influência, e os dois acabam protagonizando uma cena intensa de sexo. “Sempre é difícil esse tipo de cena. Ter que fazer uma cena íntima com uma equipe toda ao redor. Tem um roteiro a ser seguido, não é tão espontâneo. Tem duas transas deles, uma é mais explícita, foi um pouco mais complicado”, contou.

[anuncio]

Quem já viu as sequências ficou impressionado, e quem não viu, já sente um pouquinho de inveja de Nachtergaele por viver esse momento, mesmo que na ficção. “Tem que ter [inveja] mesmo, ele é um homem lindo mesmo, bonito de verdade. É tudo muito técnico, a gente quando está filmando está preocupado que a cena fique boa, fazer a cena parecer real. É bem menos ‘caliente’ do que parece”, brincou.

Matheus também não poupou elogios para o trabalho de Cauã no bate-papo. “Adorei trabalhar com ele em um filme bem arriscado. Fazer um filme com cenas delicadas fez a gente ficar mais íntimo. Ele é um grande ator, tem feito filmes ótimos, não só de bilheteria, mas de arte também“, falou.

Na coletiva de imprensa, que rolou logo após a estreia do filme no festival, Reymond também falou sobre a parceria com o colega em cena. “Matheus é um tubarão no filme. Ele tem pegada, em todos os aspectos… Ele tem pegada com todos os personagens. Tesão não tem cara, não tem motivo. Às vezes, você tem tesão só pelo jeito que uma pessoa mexe a mão”, declarou.

[anuncio]

De acordo com o jornal “Extra”, os personagens dividem dois momentos íntimos nas telas: o primeiro é uma sequência rápida, com direito a rosto colado e respiração ofegante, já a principal, e mais longa, envolve os dois nus, em um ambiente escuro. Cauã beija as pernas e coxas de Matheus até chegar à região do peito. Em seguida, os dois invertem a posição e é o personagem de Nachtergaele quem acaricia Reymond.

O post Matheus Nachtergale comenta cenas de sexo com Cauã Reymond no cinema: “Ficamos mais íntimos” apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.