Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Atriz de “Capitão América” alega que matou a mãe a facadas em legítima defesa; Autópsia diz o contrário — Saiba detalhes

Meu Deus! A história da atriz de “Capitão América” que matou a própria mãe ganhou novos desdobramentos. Segundo o TMZ, Mollie Fitzgerald alega que cometeu o assassinato, no dia 20 de dezembro, em legítima defesa. No entanto, o resultado da autópsia diz o contrário.

De acordo com os depoimentos criminais do caso, divulgados nessa terça-feira (14), a mulher, de 38 anos, disse repetidamente aos policiais de Johnson County, no Kansas, que teve que matar a mãe como autodefesa no mês passado porque a senhora, Patricia, de 68 anos, teria vindo atrás dela com uma faca.

Nos documentos, as autoridades dizem que Mollie relatou ter precisado desarmar a mãe durante a luta, batendo nela com uma parte do aspirador de pó. Em seguida, ela teria pego a faca que estava na mão da mulher e acertado-a quatro vezes nas costas. Foi a própria artista quem ligou para a polícia para reportar o caso.

[anuncio]

Quando os policiais chegaram ao local, eles acharam sinais de luta, como uma cadeira virada, um abajur quebrado e uma parede danificada. Eles encontraram Patricia, já morta, em uma piscina de sangue com uma faca enfiada nas costas.

Enquanto isso, a atriz foi encontrada no local do crime com uma série de pequenos cortes nas palmas das mãos e uma marca de mordida na parte interior de seu bíceps esquerdo. Ela foi tratada ali mesmo com uma vacina de tétano e curativos.

Mugshot tirada de Mollie na prisão (Foto: Reprodução/TMZ)

Entretanto, o resultado da autópsia revelou que, na verdade, era a mãe quem estava se defendendo de um ataque a facadas. Os médicos legistas responsáveis encontraram machucados nas duas mãos dela descritos como “ferimentos defensivos”. Um dos machucados, inclusive, quase separou seu dedão da mão.

[anuncio]

A senhora assassinada também tinha hematomas no rosto, no lábio e no pescoço. O examinador médico que prestou depoimento ainda acrescentou que “não achou nenhuma ferida consistente com Patricia tendo dado qualquer golpe ou estado em controle da faca envolvida”.

Segundo o jornal local “Kansas City Star”, o pai da atriz – que não foi identificado – também prestou depoimento dizendo que “os comportamentos agressivos [da filha] estavam escalando rápido”. Ele relatou que ele e a esposa sempre saíam de perto ou tentavam amenizar a situação quando isso ocorria.

O homem acrescentou que não acredita que Patricia tentaria restringir fisicamente sua filha por conta da diferença de idade e tamanho entre elas.

[anuncio]

Baseados nos relatos, os oficiais determinaram que Mollie foi a agressora e condenaram-na por assassinato. Ela está presa desde o dia 1º de janeiro sob uma fiança de 500 mil dólares, cerca de 2 milhões de reais. Antes do julgamento do caso continuar, um juiz ordenou que ela passasse por uma avaliação de competência mental.

A atriz interpretou uma das garotas Stark no filme da Marvel de 2011, além de ter sido assistente do diretor Joe Johnston. Ela também fez alguns filmes, curta-metragens e documentários independentes, como “Trouble Is My Business”, de 2018.

Trecho em que Mollie aparece em “Capitão América: O Primeiro Vingador” ao lado de Howard Stark (Foto: Reprodução/Marvel)

O post Atriz de “Capitão América” alega que matou a mãe a facadas em legítima defesa; Autópsia diz o contrário — Saiba detalhes apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.