Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Príncipe Harry e Meghan Markle dão detalhes de como afastamento da realeza funcionará; casal esclarece “independência financeira” e promete mais contato com o público

Pensa em um casal precavido! Príncipe Harry e Meghan Markle sabiam que, após seu anúncio oficial sobre o afastamento da realeza, o público e a mídia teriam muitas perguntas sobre o caso. Por isso, o casal disponibilizou em seu site várias respostas para os questionamentos prestes a surgir.

Como contamos anteriormente, os duques de Sussex anunciaram que estão se afastando da realeza como membros seniores. Além disso, o casal revelou novos planos: “Seremos financeiramente independentes”. No pronunciamento, eles ainda explicaram como será o processo, que inclui dividir o tempo entre Reino Unido e América do Norte.

De acordo com o site, Harry e Meghan tem muito orgulho no trabalho filantrópico que fazem, e estão comprometidos a continuar com suas instituições de caridade. No entanto, eles valorizam a possibilidade de ganhar dinheiro profissionalmente, algo que a estrutura atual da monarquia os proíbe de fazer. Por esta razão, eles decidiram se tornar membros da família real financeiramente independentes. Deste modo, o casal sente que vai poder continuar suas obrigações ligadas à coroa, enquanto tem um futuro financeiro autônomo para trabalhar externamente. “Enquanto a contribuição financeira da realeza cobre apenas cinco por cento dos custos do duque e da duquesa de Sussex, e é usado especificamente para as despesas do escritório oficial deles, Suas Altezas Reais preferem abrir mão deste laço financeiro”, afirmou o SussexRoyal.com.

Meghan Markle e Príncipe Harry (Fotos: Getty)

De acordo com o site, há precedente para esta fórmula; outros membros da família real mantém títulos e possuem independência financeira. Assim, Harry e Meghan não cortarão laços com a família real — os dois continuam dedicados a apoiar a coroa no Reino Unido e na Commonwealth, conforme for solicitado.

[anuncio]

O site também entrou em detalhes sobre quanto a família real custa aos britânicos: aproximadamente uma libra por ano para cada contribuinte. Em retorno, a monarquia gera cerca de £ 1,8 milhão em turismo para o Reino Unido a cada ano. O casal fez questão até de falar sobre um dos assuntos mais polêmicos na imprensa britânica — a reforma de seu lar, a Frogmore Cottage: “A reforma foi paga pela Sua Majestade, a rainha, através da Concessão Soberana, refletindo a responsabilidade da monarquia de manter a manutenção de edifícios com significado histórico. Gastos relacionados à mobília e acessórios na residência oficial — que pertence à rainha — foram pagos privadamente pelo duque e duquesa de Sussex”. 

Eles também esclareceram por qual motivo escolheram a Frogmore Cottage como residência oficial: “Por várias razões. Sua antiga residência, a Nottingham Cottage, dentro da propriedade do palácio de Kensington, não podia acomodar a família prestes a aumentar. A opção do apartamento 1 em Kensington Palace foi estimada em um custo superior a £ 4 milhões para reformas obrigatórias, incluindo a remoção de amianto. A residência não ficaria disponível para eles até o final de 2020. Como resultado, a rainha ofereceu aos duques de Sussex o uso da Frogmore Cottage, que já estava passando por renovações obrigatórias e estaria disponível para mudança antes do nascimento de [Archie]”. A Frogmore Cottage, inclusive, continuará a ser o lar de Harry e Meghan no Reino Unido, com a permissão da rainha.

[anuncio]

Já os gastos com viagens não relacionadas à realeza são — e sempre foram — pagos pelos duques, e não pelos contribuintes britânicos. Sempre que possível, a não ser que não seja recomendado por motivos de segurança, as disposições logísticas são feitas através de linhas aéreas comerciais, trens locais e veículos com baixo consumo de combustível, seja para viagens oficiais ou pessoais. Como já falamos aqui, este é outro assunto polêmico na imprensa britânica; as viagens que Harry e Meghan fizeram através de jatinhos privados.

Meghan Markle e Príncipe Harry (Foto: Chris Jackson/Getty Images)

Apesar da futura autonomia financeira, a segurança do casal continuará sendo feita pela Polícia Metropolitana, como é exigido pelo governo. O duque e a duquesa de Sussex são classificados como “pessoas internacionalmente protegidas”, o que pede certo nível de segurança.

[anuncio]

Uma coisa que mudará bastante é como Harry e Meghan se comunicam com o público — sua política de imprensa. “Eles sinceramente esperam que esta mudança na política com a imprensa irá melhorar o acesso e dar ao duque e à duquesa a habilidade de compartilhar informações de forma mais livre com os membros do público”, disse o site. O casal pretende conversar mais com os jornais sobre suas instituições de caridade, além de manter contato com jovens jornalistas e organizações. Eles também garantiram que manterão o público informado através de canais oficiais diretos, como sua conta no Instagram — onde pretendem postar e compartilhar mais.

Kate Middleton, príncipes William e Harry e Meghan Markle em evento. Foto: Getty.

De acordo com o RoyalSussex.com, os duques querem ser mais transparentes sobre as mudanças que estão promovendo em sua rotina: “Suas Altezas Reais reconhecem que seus papéis como membros da família real são objetos de interesse, e eles apreciam reportagens precisas e honestas, assim como concordam em serem responsabilizados por suas atitudes, caso seja necessário. Igualmente, assim como qualquer membro da sociedade, eles também apreciam suas privacidades como indivíduos e como uma família”.

Entenda o caso

Como contamos anteriormente, os rumores eram reais; após o The Sun afirmar que príncipe Harry e Meghan Markle pretendiam se mudar para o Canadá e se afastar dos holofotes da realeza, o casal usou sua conta no Instagram para confirmar as mudanças em sua rotina.

“Depois de muitos meses de reflexões e discussões internas, nós escolhemos fazer uma transição neste ano e começar a forjar um novo e progressivo papel nesta instituição”, os duques de Sussex abriram o texto, acompanhado de uma foto dos dois de mãos dadas.

[anuncio]

De acordo com o casal, eles buscam um lugar mais tranquilo dentro da realeza, além de independência financeira. “Nós pretendemos nos afastar do posto de membros ‘seniores’ da família real britânica e trabalhar para nos tornarmos independentes financeiramente, enquanto continuamos a apoiar completamente Sua Majestade, a rainha”, afirmaram. E acrescentaram, agradecendo ao público: “É com o seu encorajamento, particularmente nos últimos anos, que nós nos sentimentos preparados para fazer a mudança”.

Meghan Markle e Rainha Elizabeth II (Foto: Getty)

No pronunciamento, Harry e Meghan citaram a vontade de passar mais tempo na América do Norte — provavelmente no Canadá. “Nós planejamos dividir nosso tempo entre o Reino Unido e a América do Norte, continuando a honrar nosso dever com a rainha, a Commonwealth, e nossos patrocínios. Esse balanço geográfico nos permitirá criar nosso filho com o apreço pela tradição real na qual ele nasceu, enquanto também providenciamos à nossa família o espaço para focar no próximo capítulo, incluindo o lançamento da nossa nova entidade filantrópica”, informaram.

[anuncio]

Apesar de não darem mais detalhes, os duques afirmaram que manterão o público informado de seus próximos passos. “Nós estamos ansiosos para dividir todos os detalhes deste empolgante próximo passo a seu tempo, assim como nós continuamos a colaborar com Sua Majestade, a rainha,  o príncipe de Wales, o duque de Cambridge e todas as partes relevantes. Até lá, por favor, aceitem nosso profundo agradecimento por seu apoio continuo”, concluíram. Veja a publicação abaixo:

View this post on Instagram

“After many months of reflection and internal discussions, we have chosen to make a transition this year in starting to carve out a progressive new role within this institution. We intend to step back as ‘senior’ members of the Royal Family and work to become financially independent, while continuing to fully support Her Majesty The Queen. It is with your encouragement, particularly over the last few years, that we feel prepared to make this adjustment. We now plan to balance our time between the United Kingdom and North America, continuing to honour our duty to The Queen, the Commonwealth, and our patronages. This geographic balance will enable us to raise our son with an appreciation for the royal tradition into which he was born, while also providing our family with the space to focus on the next chapter, including the launch of our new charitable entity. We look forward to sharing the full details of this exciting next step in due course, as we continue to collaborate with Her Majesty The Queen, The Prince of Wales, The Duke of Cambridge and all relevant parties. Until then, please accept our deepest thanks for your continued support.” – The Duke and Duchess of Sussex For more information, please visit sussexroyal.com (link in bio) Image © PA

A post shared by The Duke and Duchess of Sussex (@sussexroyal) on

Logo após o comunicado, a rainha Elizabeth II também se pronunciou. “Discussões com o duque e a duquesa de Sussex estão nos estágios iniciais. Nós entendemos o desejo deles de adotar uma abordagem diferente, mas essas são questões complicadas, que levarão tempo para serem resolvidas”, disse a nota, compartilhada pela secretaria de comunicação da rainha.

O post Príncipe Harry e Meghan Markle dão detalhes de como afastamento da realeza funcionará; casal esclarece “independência financeira” e promete mais contato com o público apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.