Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Discursos Oscar 2020: Não faltou shade para a falta de representatividade na premiação

Com várias produções de elenco negro e direção feminina esnobados na edição 2020 do Oscar, os discursos foram os responsáveis por demonstrar a indignação com a academia por parte de muita gente. A premiação rolou neste domingo (9) e marcou história pela vitória de Parasita em quatro categorias (incluindo Melhor Filme) e várias falas impactantes. Confira!

+ Oscar 2020: Confira a lista completa de ganhadores

+ Oscar 2020: Confira todos os looks do tapete vermelho!

+ Zueira com Cats, Eminem e Elsas do mundo inteiro: todas as surpresas do Oscar 2020

“Em 1929 tínhamos nenhuma indicação de pessoas negras, agora, em 2020, temos uma!”

Foi a fala de Chris Rock, seguida de piadas para deixar bem claro sua indignação ao fato de Cynthia Erivo ter sido a única negra nomeada, já que a Academia não lembrou de nomes como o de Eddie Murphy.

“Sabe o que faltam aqui? Vaginas”

Outra frase icônica do apresentador da premiação, Chris Rock, para gerar impacto em relação a categorias como Melhor Direção estarem dominadas por indicações do sexo masculino.

“A representação importa profundamente. Queremos ter mais representatividade na animação. Precisamos normalizar o cabelo negro”

Disse a co-diretora Karen Rupert Toliver em seu discurso de agradecimento ao prêmio de Melhor Curta Animado, por Hair Love. No final, o co-diretor Matthew Cherry dedicou a vitória ao falecido jogador de basquete Kobe Bryant, bem como o jovem DeAndre que estava na plateia. O garoto foi suspenso na escola por usar dreads.

“Eles me disseram que tenho só 45 segundos aqui, 45 segundos a mais do que o Senado deu a John Bolton esta semana”

Brincou Brad Pitt ao fazer uma referência ao ex-conselheiro de Trump.

“Para as meninas, as mulheres, as mães, as filhas que ouvem música borbulhando lá dentro, por favor, fale. Precisamos ouvir suas vozes”

Foi a fala marcante de Hildur Gudnadottir ao receber o prêmio pela trilha sonora de Coringa.

“Acredito que estamos no nosso ápice quando apoiamos uns aos outros. Não quando nos cancelamos por erros passados, mas sim quando nos ajudamos a crescer. Educamos uns aos outros, e nos guiamos no caminho pela redenção […] Quando tinha 17 anos de idade, meu irmão escreveu uma música em que dizia ‘vá ao resgate com amor, e a paz o seguirá’.”

Joaquin Phoenix fez um discurso criticando a forma que a sociedade global gerencia seus recursos naturais, aproveita-se dos animais e desrespeita direitos humanos. Depois, o ator falou sobre empatia e a importância da segunda chance (algo em falta diante da internet e sua política de cancelamento). Para completar, relembrou a importância que ter mais uma oportunidade lhe causou e a mensagem que seu irmão falecido deixou ao mundo.

“Quando estudava, vi os filmes de Scorcese e foi uma grande honra ser indicado. Quando as pessoas não conheciam meu filme, Quentin sempre colocava meus filmes na lista dele. Quentin, eu te amo! Agora vou beber até amanhã”

Disse o vencedor de Melhor Direção Bong Joon Ho, por Parasita, enaltecendo todos os seus concorrentes na categoria. O diretor deu uma aula sobre humildade <3

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.