Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Após acusações de racismo contra Lea Michele virem à tona, Heather Morris, a Brittany de “Glee”, dispara sobre ex-colega: “Muito desagradável para se trabalhar”

Dooon’t stooop… the treta! Nesta semana, o público foi surpreendido pelos atores da série “Glee”, que fizeram sérias acusações de racismo contra a atriz Lea Michele. O caso segue rendendo um reboliço com o elenco do extinto programa. Hoje (3), Heather Morris veio a público e afirmou que a colega era “muito desagradável para se trabalhar”. Naya Rivera sinalizou apoio às denúncias, e Samantha Marie Ware reagiu ao pedido de desculpas da estrela.

Em sua conta no Twitter, Heather publicou um texto falando sobre o comportamento de Lea. “Deixe-me esclarecer, o ódio é uma doença na América que estamos tentando curar, por isso nunca desejaria que o ódio se espalhasse para mais ninguém. Com isso dito, ela era desagradável de trabalhar? Muito mesmo! Para Lea tratar os outros com o desrespeito que ela fez por tanto tempo, acredito que ela DEVE ser exposta”, começou.

[anuncio]

Logo em seguida, a artista também falou que faltou posicionamentos do elenco como um todo quando as situações ocorriam no set de filmagem. “E, no entanto, também dependia de nós, porque permitir que isso continuasse por tanto tempo sem se manifestar é outra coisa que estamos aprendendo junto com o resto da sociedade”, continuou Heather. “Mas, no momento atual, está implícito que ela é racista e, embora eu não possa comentar suas crenças, acho que estamos assumindo [isso], e você sabe o que acontece quando todos assumimos”, finalizou.

Naya Rivera, intérprete da personagem Santana na série, viveu diversos desentendimentos com Michele, que vieram a público ainda na época da exibição de “Glee”. Em seu livro, a atriz chegou a confirmar que as duas realmente não se davam bem. Com as novas revelações, a artista decidiu parar de seguir Lea no Instagram. Já a protagonista do programa continua seguindo apenas os perfis dos atores Darren Criss, Chris Colfer e Becca Tobin.

As brigas de Naya Rivera e Lea Michele viraram história nos episódios de “Glee”. Foto: Reprodução/YouTube

Hoje pela manhã, Lea Michele publicou um posicionamento sobre as acusações feitas, principalmente as de Samantha, e pediu desculpas. “O que importa é que eu claramente agi de formas que machucaram outras pessoas. Seja minha posição e perspectiva privilegiadas que causaram com que eu fosse percebida como insensível ou inapropriada por vezes, ou seja minha imaturidade, ou eu apenas sendo desnecessariamente difícil, eu me desculpo pelo meu comportamento ou qualquer dor que eu tenha causado”, escreveu em um trecho.

[anuncio]

No entanto, essa parte especificamente parece ter sido recebida com uma boa dose de deboche por Ware. Em seu Twitter, a atriz publicou um tuíte fazendo um “jogo de palavras”, usando termos similares à “Perceived” (“Percebido” em português). No final ela escreve “Abra sua bolsa”, sugerindo que Lea Michele deveria fazer uma doação para uma “vaquinha online” que busca arrecadar dinheiro para ajudar a família de um jovem preto, assassinado durante as manifestações antirracistas recentes.

Acha que acabou?! Bom, se depender de Marti Noxon, que atuou na equipe de produção de “Glee”, outros atores deveriam ser expostos pelos seus comportamentos. “Ei, eu sou a favor de expor mau comportamento e até mesmo de alguma ofensa quando esse comportamento é punido. Dito isto, no ‘GLEE’ havia MUITOS atores ruins. Que não eram mulheres. As pessoas da indústria sabem de quem estou falando. Por que não estamos expondo eles?”, indagou.

Foto: Reprodução/Twitter

“Me parece que as mulheres são as primeiras a serem jogadas debaixo do ônibus. Mas muitos homens se safam por serem os chefes valentões. Como é que vamos deixá-los fugir com isso? Talvez seja porque, desde que ganhem dinheiro, eles recebem um passe”, provocou. Questionada por um internauta sobre quem ela estava falando, Marti disse que “deixaria isso [a exposição] para meus aliados do sexo masculino. É a vez deles”, respondeu.

Foto: Reprodução/Twitter

[anuncio]

Porém, Marti precisou voltar atrás e deletar tudo que foi publicado porque as pessoas não interpretaram corretamente o que ela quis dizer. “Desejo esclarecer uma declaração anterior que fiz e excluí porque estava mal formulada. Quando eu disse ‘atores ruins’ em referência ao meu trabalho em Glee — eu estava me referindo aos atores como ‘pessoas que agiram mal’. Eu não estava me referindo a ninguém no set especificamente”, falou.

Foto: Reprodução/Twitter

“Peço desculpas por causar confusão. Este é um momento emocional e minha indústria, assim como todas as indústrias, tem problemas que precisa resolver. Estamos trabalhando nisso – e está ficando cada vez melhor”, apontou.

Foto: Reprodução/Twitter

[anuncio]

Noxon ainda relembrou que sua visão é limitada, pois trabalhou no programa durante uma temporada apenas. “Eu estava naquele programa por uma temporada e apenas em meio período. De um modo geral, as pessoas que conheci foram maravilhosas. E a equipe foi fantástica. Mas quando os valentões têm permissão para agir dessa maneira — existe uma cultura que permite isso. Era tudo o que eu estava dizendo. Obrigada. Fique seguro”, encerrou.

Foto: Reprodução/Twitter

O post Após acusações de racismo contra Lea Michele virem à tona, Heather Morris, a Brittany de “Glee”, dispara sobre ex-colega: “Muito desagradável para se trabalhar” apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.