Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

CPM 22 anuncia saída definitiva de Ricardo Japinha da banda, após vazamento de mensagens antigas com garota de 16 anos; confira o comunicado!

Em junho, o CPM 22 decidiu por afastar o bateirista Ricardo Japinha da banda, dias após o vazamento de conversas antigas do músico com uma fã menor de idade – nas quais falava sobre assuntos como namoro, virgindade e um possível encontro. Dois meses depois, nesta segunda-feira (17), o grupo anunciou a saída definitiva do artista do CPM 22.

“Depois de sermos surpreendidos com o teor das questões relacionadas ao nosso baterista Ricardo Japinha, tentamos entender realmente o que significava isso tudo e chegamos à conclusão que esse tipo de conduta NÃO condiz com o que acreditamos e com o que a banda defende. Dito isto, venho aqui comunicar que, após uma conversa franca, entre nós, olho no olho, o Japinha está sendo desligado do CPM22”, informou um comunicado, assinado pelo vocalista Badauí.

O CPM 22 anunciou que Japinha deixará a banda, visto que sua atitude “não condiz com o que acreditam”. (Foto: Divulgação)

O texto ainda explicou: “cada integrante que saiu da banda, saiu por alguma razão, e estamos passando de novo pela mesma situação”. Badauí também mencionou que alguns erros “comprometem” uma relação, e desejou sorte ao baterista. “Nossas decisões sempre foram e sempre serão tomadas para o melhor da banda, como instituição. Todos cometemos erros, mas alguns, infelizmente comprometem uma relação! Agradecemos de coração e o desejamos sorte!”, escreveu.

Confira a íntegra:

View this post on Instagram

BOM DIA FÃS E AMIGOS!!! Por favor, leiam atentamente como se eu tivesse falando e olhando no olho de cada um de vocês!! Em 1995 o Wally me chamou pra montar o CPM que depois se tornaria CPM22. Desde então, isso passou a ser a minha razão de viver, assim como a oportunidade de poder expôr meus ideais, o que acredito, o que me incomoda, o que me deixa feliz, as frustrações, o amor… A banda se tornou profissional, caímos na estrada, foi e está sendo a realização de um sonho, mas com isso, mesmo sendo algo sensacional, vem o desgaste, a convivência e as divergências. Isso é normal, desde que não ponha em risco o principal motivo de estarmos aqui, o CPM22. Cada integrante que saiu da banda, saiu por alguma razão e estamos passando de novo pela mesma situação. Depois de sermos surpreendidos com o teor das questões relacionadas ao nosso baterista Ricardo Japinha, tentamos entender realmente o que significava isso tudo e chegamos à conclusão que esse tipo de conduta NÃO condiz com o que acreditamos e com o que a banda defende. Dito isto, venho aqui comunicar que, após uma conversa franca, entre nós, olho no olho, o Japinha está sendo desligado do CPM22. Nossas decisões sempre foram e sempre serão tomadas para o melhor da banda, como instituição. Todos cometemos erros, mas alguns, infelizmente comprometem uma relação!! Agradecemos de coração e o desejamos sorte!! Quem quiser seguir com o CPM22, vamo com tudo!! Eu amo essa porra, essa banda faz parte de mais da metade da minha vida e às vezes temos que tomar decisões difíceis. Se não tivéssemos enfrentado cada situação, boa ou ruim, com seriedade, não estaríamos completando 1/4 de século de existência!! Bom, é isso, aguardem as novidades!!! Fiquem em paz!! Beijos e abraços!! Badaui

A post shared by CPM 22 (@cpm22) on

Ricardo Di Roberto – o Japinha – tocou por 21 anos no CPM 22, desde sua entrada em 1999. O artista participou de todos os sete álbuns de estúdio gravados pela banda, e também esteve por trás de grandes sucessos do grupo, como “Um Minuto Para o Fim do Mundo”, “Dias Atrás” e “Não Sei Viver Sem Ter Você”.

Relembre o caso

No início de junho, foram divulgados nas redes sociais, prints de conversas antigas de Ricardo Japinha com uma fã menor de idade. Nas mensagens, trocadas em 2012, ambos falavam sobre namoro e virgindade, e um possível encontro. A menina, não identificada, dizia ter 16 anos, enquanto o rapaz, na época, tinha 38.

O caso ganhou maior visibilidade após o baixista Fernando Sanches anunciar sua saída do grupo, sem explicar os motivos. Em certo momento da conversa, Japinha se mostrou hesitante ao revelar sua verdadeira idade. [Tenho] quantos anos você quiser. Mais de 18, menos de 80″, escreveu ele. “Já namorou muito tempo? Já fez amor? (curioso eu, eu sei)”, perguntou também o artista. Veja alguns prints abaixo:

O que disse Japinha

Em entrevista ao G1, Ricardo assumiu ter tido essa conversa, mas disse que o caso não passou de uma “brincadeira” sem “intenção de seduzir”, e se disse incomodado com o diálogo.

“Realmente incomoda, incomoda até a mim. Eu fiz uma brincadeira naquele momento com a menina. Falei que eu tinha oitenta anos. Ninguém em sã consciência conseguiria acreditar. A menina fala que não adianta mentir, sabia que eu tinha 38. Aí eu dei risada”, comentou.

[anuncio]

O baterista contou que ele foi procurado pela menina, e ainda garantiu nunca ter encontrado com ela pessoalmente. “Estava rolando um clima meio de paquera, porque ela estava puxando papo comigo. Ela veio me procurar. Aí perguntei se ela tinha namorado. Ela falou que sim. Recuei. E aí ela falou que tinha 16 também, aí que eu recuei mais. Não tenho essa mania. Eu não gosto. Na estrada, chegava ao ponto de eu pedir RG para as meninas para não ter que tomar nenhum susto nesse sentido”, enfatizou.

“E o principal: eu nunca vi essa menina pessoalmente. Nunca falei com ela. Acho que ela até foi no show, mas não falou comigo. Eu disse: ‘Você falou que ia aparecer com o namorado e não apareceu’. E ela não respondeu. Ela mandou esses prints sem se identificar. Porque ela sabia que se se identificasse, eu ia procurá-la e falar: ‘Por que você está fazendo isso?'”, avisou.

Ricardo Japinha disse não ter tido “intenção de seduzir” a garota de 16 anos, entretanto, assumiu ter ficado incomodado pelo diálogo. (Foto: Claudio Augusto/Brazil News)

Após a divulgação das mensagens, o músico buscou ajuda de advogados para saber se havia cometido algum tipo de crime na conversa. “Os três que consultei falaram que não. Primeiro que eu nunca vi a menina, não encostei nela. Conversar não mata ninguém. Eu não fiquei falando que queria… Tudo bem, teve um papo lá de virgindade. Eu até brinquei em relação a virgindade. Mas nunca querendo… sabe? Não cheguei a falar: ‘A gente podia, a gente vai…’. Aí começou a rolar essa proliferação de prints e acabei tendo que me pronunciar”, justificou.

[anuncio]

Nas redes sociais, pessoas haviam classificado Ricardo como pedófilo, e o acusado do crime de estupro de vulnerável, que segundo a legislação brasileira, é configurado em casos que envolvem menores de 14 anos. O músico se defendeu. “Tem pessoas me chamando de pedófilo, estuprador, e isso é calúnia. Se fosse verdade, alguém já teria me processado quanto a isso. Estou há vinte anos tocando e nunca ninguém veio falar comigo, não há prova, eu nunca fiz isso”, declarou.

“Várias vezes na minha vida, até por essa questão da lei… Não que eu tenha essa vontade, que goste de meninas de tal idade, não tenho isso. Eu várias vezes evitei de ficar com menores de idade, com meninas até bonitas, até crescidas e interessantes, por saber que podia dar dor de cabeça”, lembrou Japinha ao G1.

Japinha integrava o CPM 22 desde 1999. (Foto: TV GLOBO / Zé Paulo Cardeal)

“Se eu dei continuidade para aquela conversa, naquele momento, é porque ela estava agradável. Não estava um clima de sedução, simplesmente. O pessoal pode ter achado isso aí, mas a maldade está no olho de quem vê. A bondade também”, concluiu.

Japinha ainda se pronunciou sobre o caso no Instagram: “Quem me conhece, de verdade, sabe da minha índole e do meu caráter, e que jamais agiria com o intuito de machucar alguém, seja física ou psicologicamente. Abomino qualquer forma de desrespeito ou abuso contra quem quer que seja. Humildemente, me coloco-me à disposição para quaisquer esclarecimentos em face de qualquer pessoa que tenha se sentido mal ou prejudicada, por algum mal entendido”.

[anuncio]

CPM 22 já havia afastado Japinha

Assim como ele, o perfil do CPM 22 também emitiu um comunicado. “Fomos surpreendidos com postagens sobre o comportamento de um integrante de nossa banda. Somos um coletivo onde cada um responde por suas atitudes. Mas uma coisa é clara: não compactuamos com atitudes desrespeitosas contra quem quer que seja. Nosso maior interesse é que tudo isso seja esclarecido o quanto antes”, informou a publicação.

View this post on Instagram

Mensagem a todos os fãs e amigos.

A post shared by CPM 22 (@cpm22) on

Pouco após a primeira nota sobre o caso, o CPM 22 já havia anunciado o afastamento do baterista Ricardo Japinha da banda. “Após os últimos acontecimentos, decidimos pelo afastamento do nosso baterista, Ricardo Japinha, reafirmando nossa posição de não compactuar com atitudes desrespeitosas com quem quer que seja. A banda continua“, publicou a banda, em suas contas nas redes sociais.

O post CPM 22 anuncia saída definitiva de Ricardo Japinha da banda, após vazamento de mensagens antigas com garota de 16 anos; confira o comunicado! apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.