Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Reviravolta: Em vídeo comovente, youtuber revela a real causa da morte do marido, de 19 anos, e manda mensagem a seguidores; Assista

A precoce morte do youtuber Landon Clifford, aos 19 anos, pegou a web de surpresa nesta semana. No entanto, em um comovente vídeo publicado nessa quinta-feira (27), a esposa dele, Camryn, contou que, na verdade, o jovem lutava contra a depressão há anos antes de falecer e revelou que a lesão cerebral divulgada como causa da morte dele foi consequência de um suicídio.

De acordo com Cameryn, Landon tinha problemas de saúde mental como ansiedade e Transtorno do déficit de atenção com hiperatividade (TDAH) desde que era criança, mas já havia feito tratamento e melhorado. No entanto, quando ela ficou grávida no final de 2019, ele voltou a cair em depressão. “Eu não acho que os dois fatos estejam relacionados porque a Delilah não foi um acidente, nós dois queríamos outro bebê, mas havia outras coisas acontecendo nas nossas vidas que nós não mencionávamos. Muitos fatores contribuíram para a saúde mental dele não estar ótima na época”, explicou ela.

O jovem estava disposto a melhorar e decidiu procurar ajuda com um psiquiatra. “Ele fez a coisa certa. Quando você está passando por problemas de saúde mental pode ser muito difícil dar esse passo e pedir ajuda, mas ele pediu e fez a coisa certa. Dói muito porque as intenções dele eram muito puras, ele apenas queria melhorar, mas ficou pior”, lamentou ela.

[anuncio]

Camryn explicou que o médico prescreveu medicações com efeitos completamente diferentes para o marido. Ele passou, então, a tomar remédios para a TDAH, junto com antidepressivos e pílulas para ansiedade. “A medicação anti-ansiedade era pra quando ele tivesse ataques de pânico, não era algo para ele tomar diariamente. Ele só deveria tomar quando não havia outra maneira de se acalmar, mas elas eram viciantes porque quando você tem ansiedade e tem vários pensamentos na cabeça o tempo inteiro você faria qualquer coisa para calar esses pensamentos, então é muito fácil se viciar”, explicou ela.

Landon com Camryn e as duas filhinhas (Foto: Reprodução/Instagram)

“Ao mesmo tempo, a medicação de TDAH também era viciante porque você toma e tem toda essa energia pra fazer tudo que precisa durante o dia. Então ele tomava e limpava a casa, e fazia tudo e isso o distraía da ansiedade e da depressão”, completou a jovem. Foi a partir daí que Landon entrou em um ciclo vicioso. Ele tomava o remédio de TDAH para acordar e se sentir produtivo e focado durante o dia, mas, quando o efeito passava, ele se sentia ainda mais triste e sem motivação, o que o fazia tomar a medicação anti-ansiedade.

“A mistura dessas duas drogas pesadas e viciantes fizeram ele cair em um buraco. Ele precisava das drogas estimulantes para acordar de manhã e das tranquilizantes para descansar à noite. Era um ciclo viciante e ele passou a tomar cada vez mais. Com a medicação para TDAH ele também perdia apetite, então ele começou a perder muito peso. Ele não estava bem”, expôs a menina.

[anuncio]

Infelizmente, ela só percebeu que o marido estava tomando muito mais do que precisava em um momento em que ele já estava viciado e não conseguia mais parar por conta própria. Ao mesmo tempo, ela chegou nas últimas semanas de gravidez e também caiu em depressão. “Ficou difícil para nós funcionarmos no dia a dia. Eu não conseguia levantar da cama e o Landon também estava lutando com isso e ficou muita coisa de uma vez”, desabafou. A situação deu uma pequena melhorada com o nascimento da segunda filha, Delilah, mas logo os dois voltaram para casa sozinhos e, segundo Cameryn, “foi quase pior do que era antes”.

Landon tinha apenas 19 anos (Foto: Reprodução/Instagram)

Nesse momento, eles decidiram parar de postar vídeos no Youtube e se afastar das redes sociais. Landon foi para Dallas, se recuperar ao lado dos pais dele, e ela foi para a Florida com as filhas, para contar com a ajuda da família tanto mentalmente como no cuidado das meninas. “Foi muito difícil, nós sentíamos muita falta um do outro, mas nos falávamos todo dia e sabíamos que era o melhor para nós dois”, explicou a jovem.

O tempo em família ajudou os dois a se acalmarem e, após algumas semanas, eles decidiram voltar para casa na cidade de Austin. “Eu estava muito melhor em relação à depressão pós-parto, estava comendo bem, cozinhando para a gente, me exercitando e desenvolvendo hábitos saudáveis que me fizeram sentir melhor também. Por um tempo, Landon estava me acompanhando nisso e nós dois estávamos fazendo terapia. Realmente parecia que as coisas estavam melhorando”, explicou ela, contando que ele havia parado completamente com os medicamentos que o faziam mal, e estava até com uma aparência mais saudável.

[anuncio]

No dia 13 de agosto, Camryn contou que os dois mantiveram a rotina de sempre, mas, à noite, ela percebeu algo estranho no marido. “Nós começamos a conversar e eu percebi que tinha algo errado. Ele disse que sentia muito por tudo que tinha feito eu passar enquanto estava grávida e pediu desculpas por tudo. Eu percebi que ele estava colocando muita culpa nele mesmo e eu conversei com ele e disse que estava tudo bem, que eu o perdoava e as coisas estavam diferentes agora, que estávamos em um novo caminho. Eu dei um beijo e um abraço nele, disse que o amava e que sempre o amaria. Depois disso, ele parecia melhor e eu achei que tinha ajudado, e ele disse que ia tomar banho”, relatou ela.

A jovem continuou nas tarefas de casa antes de dormir até que percebeu o sumiço dele depois de meia hora. Ao procurá-lo, ela acabou encontrando o corpo de Landon já quase sem vida. Camryn chamou uma ambulância que o levou às pressas ao hospital, onde ele foi internado, em coma. Ela contou que, durante os seis dias lá, ela chegou a ter esperanças, mas os exames não apontavam melhoras.

View this post on Instagram

August 13th 2020 was Landon’s last day being the best dad and husband he could be. After spending the following 6 days in a coma he passed on and donated several organs to people in need all over the country. He died saving the lives of others. That’s the type of person he was. Compassionate, loving, thoughtful, kind, and gentle. He was an amazing husband and the best father those girls could of ever asked for. It saddens me deeply that they will never get to truly know him. He was so young and had so much more life to live. This isn’t how things were supposed to go. He was meant to make it to his next birthday. He was meant to walk his daughters down the isle. He was meant to die old with me. Words can not come close to describe the pain I feel. All I can do now is make sure our girls know how much he loved us. He’s looking down on us from heaven and his light will shine through the clouds when we look up at him. May he rest peacefully.

A post shared by Camryn Clifford (@camandfam) on

“Eu segurava a mão dele e ele apertava de volta, e às vezes ele abria os olhos por apenas um segundo e isso me deu muita esperança. Eu pensei por um segundo que talvez ele não tivesse ido embora. Mas então o médico conversou comigo e disse que o cérebro dele ainda estava no processo de se desligar e o fato dele estar se movendo apenas significava que todos os neurônios dele estavam disparando ao mesmo tempo antes de morrerem”, descreveu ela.

A morte oficial foi decretada no dia 18 de agosto. “Eu estava com ele, porque só podia uma pessoa no quarto por vez, quando o médico entrou e disse que ele havia tido morte cerebral. Meu coração afundou. Eu sabia durante toda aquela semana que aquilo ia acontecer, mas ouvir e saber foi muito difícil”, desabafou ela, em lágrimas. Após receber a notícia, ela também descobriu que ele era doador de órgãos.

[anuncio]

Por fim, Camryn ponderou sobre o possível motivo do suicídio, já que o marido não deixou nenhuma carta. “Eu conhecia ele muito bem, então, depois de pensar muito e processar, eu sei que ele não estava pensando racionalmente. Ele é uma pessoa muito impulsiva e faz coisas sem pensar. Eu acho que ele se sentia culpado por tudo que aconteceu e como um fardo e que estaríamos melhores sem ele, o que é tão longe da verdade. Eu queria que ele soubesse disso. Não tem como estarmos bem sem ele”, garantiu.

Então, ela deixou uma mensagem para todos os seguidores que pudessem estar passando por uma situação parecida. “Tudo que eu peço é que você apenas pense duas vezes. Eu sei que as coisas podem parecer demais e que essa é a única solução, mas não é. As outras soluções podem parecer mais difíceis mas o suicídio é uma ‘solução’ permanente para um problema temporário. Você vai passar por isso e vai ser feliz um dia. Eu espero que a história dele e de tudo que ele deixou para trás fique com você e você se lembre dela quando precisar”, concluiu ela. Assista:

IMPORTANTE: Depressão é um assunto super sério e pode atingir qualquer pessoa. Se você ou alguém que você conhece está passando por dificuldades emocionais ou considerando o suicídio, ligue para o ‘Centro de Valorização da Vida’ pelo número 188. O CVV realiza apoio emocional, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. Para mais informações, clique aqui.

O post Reviravolta: Em vídeo comovente, youtuber revela a real causa da morte do marido, de 19 anos, e manda mensagem a seguidores; Assista apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.