Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Eita! Andressa Urach defende médico das acusações de Tati Minerato e expõe prints de conversa com a modelo: “Ela colocou hidrogel”

Andressa Urach decidiu se manifestar sobre as acusações feitas por Tati Minerato ao médico Felipe Tozaki, por um suposto erro cometido em sua operação de reparação de silicone nos seios. O cirurgião é o mesmo que retirou o hidrogel das coxas da apresentadora em 2015 e, segundo ela, salvou sua vida.

Em declaração feita a Leo Dias, do portal Metrópoles, Andressa disse odiar injustiças e afirmou que o problema enfrentado por Minerato foi o mesmo que ela sofreu ao retirar a substância do corpo. “Tati me confessou no WhatsApp que colocou hidrogel, o mesmo produto que quase me matou”, revelou ela, que apresentou também prints de conversas entre ambas como prova.

[anuncio]

Segundo a escritora, qualquer pessoa que tenha usado hidrogel e tente retirá-lo irá passar pela mesma situação. Portanto, o episódio de Tati não envolveria erros de Tozaki. “Nunca vou aceitar uma pessoa que um dia ajudou a salvar minha vida sofrer uma injustiça dessas. Dr. Felipe foi ajudar ela a retirar o hidrogel do corpo. Essa reação que deu nela foi a mesma reação que deu em mim”, explicou.

Confira os prints da conversa entre Tati e Andressa:

Na troca de mensagens, a campeã do “Power Couple Brasil 3” detalhou os problemas de saúde que teve após a cirurgia. “Eu coloquei (hidrogel) uma única vez em 2014. Deu infecção, tive que drenar, fiquei internada, foi horrível. Inclusive, foi na mesma época que você”, revelou.

“Eu quis trocar o silicone e aproveitei para retirar uma quantidade de hidrogel que tinha migrado para a virilha. Perguntei para o médico se teria alguma possibilidade de dar problema, expliquei que já tinha tido anos atrás e ele assegurou que seria tranquilo, não daria problema, só que deu. Fiquei 11 dias internada, está drenando ainda, estou fazendo as câmeras hiperbáricas para cicatrizar mais rápido”, avisou em seguida, sobre as complicações.

Segundo a rainha de bateria da Águia de Ouro, o processo de tratamento inclusive, custou duas vezes mais que o valor da cirurgia, fechado em R$ 14 mil. Urach, por sua vez, ironizou a situação: “Passei por 22 cirurgias para retirar o hidrogel e quase morri em todas. Em uma delas, fiquei em coma e cheguei a ter sepse, todo mundo viu que quase morri. Imagina se eu fosse processar todos os médicos que tentaram me ajudar a retirar o produto?”.

Em contrapartida, a irmã de Ana Paula Minerato disse que a denúncia da colega “não procede” e voltou a fazer acusações contra o médico. “Esse homem já cometeu vários crimes, me expôs! Eu nem sei o que ele quer? Fui lá como uma paciente normal, ele deixou meu peito de tamanhos diferentes. Fora tudo que eu sofri. Divulgar as fotos foi bastante doloroso pra mim. Agora, já entrei com a ação na Justiça e ele vai ter que provar tudo que fala”.

Durante um bate-papo com Leo Dias, a loira explicou que dez dias após a cirurgia, os pontos dados em baixo dos seios estouraram, deixando-a assustada. Assim que retornou em consulta para ser avaliada, o médico teria lhe dado uma anestesia local, e suturado tudo no próprio consultório médico.

“Tive medo de morrer em vários momentos! Chorei lágrimas de sangue. Eu morri de medo! Inúmeras vezes pensei que poderia acontecer coisa pior. Por muito pouco não fui parar na UTI. Ele não me deu nenhum suporte, nenhuma assistência. E houve erro médico sim, tanto que terei que fazer uma nova cirurgia reparadora”, ressaltou Minerato, por fim.

Entenda o caso

A campeã da terceira edição do “Power Couple Brasil”, Tati Minerato, se envolveu em uma confusão na semana passada (26). A loira saiu sob escolta de policiais militares de uma clínica em São Paulo, após brigar com um médico que a operou recentemente, causando uma confusão generalizada no local.

Em um vídeo divulgado pela coluna de Leo Dias, do Metrópoles, a musa da escola de samba Águia de Ouro aparece num elevador, dentro das dependências do local, junto de três policiais. Segundo a publicação, Tati teve sérias complicações após realizar uma lipoaspiração. Por dez dias, ela ficou internada e chegou a correr risco de morte.

[anuncio]

De acordo com o site Notícias da TV, ainda em junho, dias após receber alta hospitalar, os pontos da cirurgia de Minerato se abriram, dando início a um processo inflamatório que a deixou com febre alta. A equipe médica responsável pela operação teria trocado a medicação de Minerato, mas a prescrição só acabou piorando o estado de saúde da moça.

Por conta desse episódio, a irmã de Ana Paula Minerato perdeu sua vaga na próxima edição do reality “A Fazenda”, da Record TV. Ela, inclusive, teria se submetido ao procedimento justamente por conta da escalação, mas teve de ser substituída por outra influenciadora digital.

Em suas redes, Tati afirmou que na época, teve medo de morrer e rezou todos os dias. “Quando cheguei no pronto-socorro, a maior preocupação dos médicos era que eu entrasse em sepse (infecção generalizada), contou, nos Stories do Instagram. A loira também publicou uma mensagem de agradecimento à equipe médica que fez seu atendimento.

“Foram dias de muita agonia, preocupação e sofrimento! Mas graças a Deus com muita fé e uma equipe excelente e muito profissional do Hospital Ipiranga, saímos dessa! Sim, vencemos, não era corona, mas foi algo terrível e só quem viveu sabe. Dra. Hercilia e toda equipe da infectologia, Cirurgia Geral e enfermeiras do Hospital Ipiranga, gratidão eterna!”, escreveu.

O post Eita! Andressa Urach defende médico das acusações de Tati Minerato e expõe prints de conversa com a modelo: “Ela colocou hidrogel” apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.