Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Em entrevista censurada, Biel fala sobre participação em A Fazenda 12 e desabafa sobre os últimos anos: ‘Perdi tudo, hoje eu sobrevivo’

Confinado no reality show “A Fazenda”, o cantor Biel deixou uma entrevista bombástica gravada com o jornalista Leo Dias. No bate-papo, que chegou a ser divulgado nesta segunda-feira (7), o rapaz abre o jogo sobre todas as polêmicas envolvidas com seu nome. O caso de assédio contra uma jornalista do portal IG, o casamento conturbado com Duda Castro e seu retorno para o Brasil. O artista ainda entregou sobre os preparativos para entrar no programa da Record e como vai lidar com possíveis brigas.

Em 2016, Biel foi “cancelado” pela primeira vez quando disse “se eu te pego, eu te quebro no meio” durante uma entrevista com uma jornalista. Olhando para trás, o cantor afirmou que reconhece seu erro, e que a reação lamentável foi um retrato da sua imaturidade.

“Quando ela perguntou se eu era bissexual ou não, aquele Biel daquela realidade teve ali naquele momento seu ego totalmente espetado. Na cabeça daquele jovem de 20 anos, ele foi ‘tirado’, foi chacota. Eu tomei como desaforo, comecei a ser irônico nas respostas, como mecanismo de defesa eu falei aquilo que foi veiculado no Brasil inteiro. Naquele momento eu fui colocado no mesmo patamar que os estupradores [de um caso ocorrido no] Rio de Janeiro. Eu falei pra ela: ‘Você tá desconfiando da minha masculinidade, se eu te pego eu te quebro no meio'”, explicou.

Posteriormente, o vídeo completo da entrevista de Biel com a jornalista foi divulgado na imprensa. (Foto: Reprodução/Record TV)

[anuncio]

O cantor explicou que toda aquela “marra” fazia parte de um personagem que foi criado para sua carreira profissional ser cada vez mais bem-sucedida. “Isso que tava vendendo, era isso que eu fazia. Era isso que eu cantava. Nas entrevistas eu fazia render ‘Ah, vamos falar de quantas minas eu já peguei nessa semana’. Eu era aplaudido! Sociedade machista. Esse comportamento era aplaudido”, observou.

O músico não se eximiu da culpa de agir daquela forma, mas acrescentou que faltou oportunidades para ele se defender. “Eu falei coisa fora de lugar. Eu não devia nunca ter achado que tinha liberdade de falar as coisas que eu falei. Mas em nenhum momento eu invadi uma privacidade alheia. Em nenhum momento eu tive o vídeo completo para rebater todas as acusações, porque quem tinha o vídeo era o portal [de notícias] que estava me acusando”.

Para Biel, o portal IG estava se aproveitando daquela situação toda. Tanto que ele relembrou alguns detalhes do processo que correu na Justiça. “Se viu na audiência. Eu olhei no olho dela [a jornalista]. Ela não quis a indenização! Foi uma coisa que nunca partiu dela. Ela foi usada. Chega na audiência ela fala que não quer nada e que essa nunca foi a intenção dela, o que isso te faz pensar?”, questionou para Leo Dias. “Eu era o maior artista do Brasil. Eu tava lançando álbum que se não fosse aquilo teria sido meteórico. Hoje o álbum foi vendido a preço de banana só pra zerar estoque”, contou.

[anuncio]

O cantor explicou que decidiu reviver esse caso publicamente porque assumiu o controle da sua vida completamente: “Eu nunca me inocentei de tudo que eu fiz, e até por isso eu tô aqui agora dando a cara para tapa, porque eu posso. Não tenho mais contrato e consegui administrar toda minha situação fora do que me prendia de me posicionar e ser quem eu sou”.

Biel abriu o coração sobre diversas polêmicas envolvendo seu nome. foto: Reprodução/YouTube

Quando o escândalo veio à tona, Biel foi mandado para o Nordeste pela sua gravadora, como uma forma de “sair de cena”. Situação que contrariava sua verdadeira vontade naquele momento. “O que eu mais queria era falar: ‘Meu, peraí, vamos ver o vídeo [completo da entrevista] e ver que não é isso que estão falando. Não sou esse cara que estão mostrando no Datena’. [Fiquei] muito mal! A ponto de me odiar e olhar no espelho e falar: ‘Não acredito que eu sou esse monstro. Não é possível que as pessoas que estão ao meu redor estão só pelo que eu tenho a oferecer'”, desabafou.

A decisão de ir morar nos Estados Unidos veio depois de perceber que suas oportunidades estavam se esgotando. Biel não tinha mais espaço na mídia para se defender ou falar do seu trabalho. Sua gravadora também não gerenciava sua carreira da mesma forma quando estava no auge. Sua mudança para o país acabou sendo o início de um processo de desconstrução para entender tudo que estava acontecendo.

[anuncio]

“Eu não tinha um conceito. Eu fui criado numa sociedade machista. Todos nós, Leo. Alguém faz m*rda no trânsito: ‘É mulher!’. É a primeira coisa que vem na sua cabeça. A prática machista precisa ir se desprendendo da gente. A prática racista, a homofóbica… É uma coisa da sociedade. A gente tem que se desprender disso. Eu tô correndo atrás. Eu despertei. Eu vejo meus vídeos e olho para trás e não me vejo naquela pessoa. Comecei a me tatuar, a mudar meu sorriso, quis virar outra pessoa. Tudo isso começou lá [nos Estados Unidos]”, revelou.

Biel emplacou alguns hits no Brasil, incluindo “Química” (Foto: Reprodução/YouTube)

O impacto da polêmica refletiu diretamente na sua conta bancária. “Na hora que eu estava para ir para os Estados Unidos eu só tinha meus carros, cara. Eu não tinha dinheiro em caixa, não. Hoje eu sobrevivo. Eu perdi tudo. Não que eu tivesse muita coisa de bens. Nunca comprei uma casa, um apartamento, porque meu custo de vida era de R$ 40 a R$ 50 mil por mês”, entregou.

Na terra do tio Sam, Biel se casou com a modelo Duda Castro.  “Ela me pegou num momento super down (‘pra baixo’ em tradução livre) da minha vida. No fundo, eu sabia que aquilo tava acontecendo por que eu precisava passar por aquilo e aprender”, adiantou.

O relacionamento foi marcado por muitos desentendimentos e até mesmo agressão física. “A gente já estava em ‘pé de guerra’, eu tava querendo me divorciar e ela não estava aceitando eu tirar meu visto de trabalho pela empresa que me empresariava nos Estados Unidos naquela época, e eu já estava ilegal. Ela tinha uma psicologia de que ‘Meu, essa realidade aqui é minha. Você tá aqui vivendo a minha realidade. Como é que eu não vou ser recompensada por isso?'”, apontou Biel.

[anuncio]

“Cheguei a passar por situação que a gente se desentendia e ela ameaçava ligar para a polícia pra me deportar. Se eu não fosse conivente com o que ela queria que eu fizesse naquele momento. Numa dessas chantagens eu acabei me casando, e eu falei ‘vou pegar [o visto] me casando’. Só que as atrocidades continuaram, não tem chance nenhuma de pegar o meu visto através do casamento. Mas eu já tava casado e não podia mais ser deportado. Essa preocupação eu comecei a não ter mais”.

O casamento conturbado com Duda Castro rendeu diversas acusações publicamente, e casos de agressão. Foto: Reprodução/YouTube

Biel lembrou que acabou caindo numa espécie de zona de conforto, ele não falava inglês fluentemente e afirmou que Duda tomava todas as decisões em seu nome. “Eu fiquei muito tempo em cima do muro, Leo”, lamentou. Em um dos casos mais chocantes, os dois protagonizaram uma briga em que Duda joga um copo na cabeça de Biel.

“Ela não conseguiu a ordem restritiva contra mim. Eu fui a vítima no processo o tempo todo. E quando eu tive que postar o vídeo para justificar as coisas que ela estava falando sobre mim, o vídeo do ato que ela jogou o copo em mim, que se minha irmã não tivesse filmado eu teria sido crucificado, então eu tive que postar o vídeo. Não tive como não postar. Ela não podia falar sobre o caso lá [nos Estados Unidos], mas podia falar em português. Ninguém ia se dar ao trabalho de traduzir ou entender”.

[anuncio]

O artista lembrou que Duda veio para o Brasil na época, divulgou fotos “cheia de hematomas”, mas que o vídeo da agressão reforça sua versão de vítima quando a ex-esposa começa a agredir sua irmã por estar filmando tudo. O cantor adiantou que ainda está casado no papel e tentando resolver a questão do divórcio, mas que ele está solteiro.

Fotos de Biel ensanguentado vieram à tona na época da briga. Foto: Reprodução/Instagram

Biel também explicou sobre a decisão de voltar para seu país de origem. “Eu voltei porque consegui sair da gravadora. Eu deixei meu apartamento lá [nos Estados Unidos], não sabia o que ia encontrar no Brasil. E aí tudo começou [a dar certo], a encontrar as pessoas certas. Eu voltei livre da gravadora, mas voltei casado ainda e sem poder pedir o divórcio”, explicou.

Já com contrato assinado com a RecordTV para “A Fazenda”, ele comentou por qual motivo aceitou o convite. “Eu quero ser quem eu sou aqui. Eu não quero dinheiro, eu tive todo o dinheiro e não era quem eu sou hoje. Não tinha a felicidade que tenho a cada mil visualizações que sobem no meu YouTube, antigamente subiam milhões por dia. Eu não tinha voz, não tinha poder nenhum sobre a minha história”, declarou.

[anuncio]

Sobre as expectativas de arrumar confusão dentro do programa, o cantor adiantou que já está preparado. “Minha vida é uma fazenda, Leo! Eu tô preparado. Eu acho que todo mundo [do elenco] tem um podre. Então eu já tô pesquisando os podres de todo mundo, porque se quiser usar contra mim coisas que me fizeram crescer, que foram coisas boas pra mim como pessoa. Já não levo mais [desaforo]!”, concluiu.

Após a divulgação da entrevista, o vídeo da mesma foi retirada do ar por Leo Dias, provavelmente a pedido da RecordTV, visto que o programa só estreia de fato amanhã.

O post Em entrevista censurada, Biel fala sobre participação em A Fazenda 12 e desabafa sobre os últimos anos: ‘Perdi tudo, hoje eu sobrevivo’ apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.