Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

A Fazenda 12: Carioca faz blackface durante quadro de ‘humor’ e telespectadores se revoltam: “Não é engraçado, é racismo”

A acirrada noite de eliminação em “A Fazenda 12” nessa quinta-feira (15) não ficou longe de polêmicas. Após a exibição do “SofaZenda”, seu tradicional quadro de humor no programa, Márvio Lúcio, o Carioca, foi acusado de racismo nas redes sociais por ter feito ‘Blackface’, prática ofensiva e fora de uso no meio artístico há anos.

Na última cena do quadro de cerca de cinco minutos, o comediante se caracterizou como Luiz Carlos, vocalista do grupo de pagode Raça Negra. Para isso, ele apareceu com uma peruca de cabelos crespos, maquiagem para engrossar o nariz, além de rosto e mãos pintados para escurecer sua pele.

Carioca, então, passou um minuto cantando “É Tarde Demais”, um dos hits da banda, com uma letra adaptada para tirar sarro de Luiza Ambiel, já que, durante a semana, ela se envolveu em uma confusão justamente por causa da música. Assista ao momento abaixo:

[anuncio]

Apesar da tentativa de humor, a cena não foi nada bem vista nas redes sociais, uma vez que a prática tem uma origem violenta e ofensiva na qual pessoas negras eram ridicularizadas, estereotipadas negativamente e, até, animalizadas para o entretenimento de brancos no século 19, numa época em que negros nem eram autorizados a subir nos palcos e atuar.

Alguns internautas ainda apontaram que o quadro poderia ter se utilizado de várias outras maneiras para tirar sarro de Luiza, o que fez o nome do humorista parar entre os assuntos mais comentados do Twitter. “Carioca tentou fazer uma caricatura do pagode dos anos 90 e, como sempre, fez uma caricatura do preconceito dos anos 90”, disparou o ator João Vicente de Castro.

[anuncio]

“É lamentável, mas ontem, na eliminação de A Fazenda, na TV Record, o ‘humorista’ Carioca fez Black Face. É repugnante que uma concessão pública promova práticas que ajudam a estigmatizar os negros e naturalizar o racismo. Não tem graça! Racismo é crime!”, apontou o deputado Orlando Silva. “Em pleno 2020, o Carioca fazendo Blackface e o povo achando graça! Isso não é piada”, ressaltou um jovem.

Além das críticas ao próprio humorista, a RecordTV também foi responsabilizada por permitir a exibição da cena. “2020 e a Record fazendo blackface… não é a toa que dizem que ela parou no tempo”, analisou uma internauta. “Ainda tô chocado, que em 2020, uma emissora do tamanho da Record autoriza um cara a fazer “blackface”, fazendo de conta que isso é humor…”, lamentou outro.

[anuncio]

“Record TV, pessoas pretas não são personagens, cometer Blackface é racismo. A comunidade preta brasileira já explicou o tamanho, isso é errado, não somos piadas”, reforçou uma usuária do Twitter. “Blackface não é engraçado, é racismo. Óbvio que não espero menos de um metido a humorista abertamente bolsonarista, mas a Record TV precisa arcar com a responsabilidade de levar isso ao ar, sim”, pediu outro.

Procurada pelo hugogloss.com, a emissora ainda não se posicionou sobre o caso.

O post A Fazenda 12: Carioca faz blackface durante quadro de ‘humor’ e telespectadores se revoltam: “Não é engraçado, é racismo” apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.