Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Carolina Dieckmann deixa Fábio Porchat apavorado com história sobre fuga na escola: ‘Fico com a mão gelada só de contar’ – Assista

Que história é essa, Carolina Dieckmann? A atriz participou do programa “Que História É Essa, Porchat?” nesta terça-feira (06) e contou uma situação bem maluca e perigosa que viveu com uma amiga quando tinha entre nove e dez anos. Carol deixou Fábio e os outros convidados surpresos e até preocupados com sua aventura… Não pra menos, essa história poderia ter terminado de forma trágica.

Tudo começou pela influência da mãe da amiguinha. Segundo Dieckmann, a mulher era bem “moderna” por ter se separado do marido. “Eu fui dormir na casa de uma amiga minha e a mãe dessa minha amiga já era separada e, na minha época, ela já era mais moderna que eu…Aí a gente conversando com a mãe dela, a mãe fala: ‘Vocês têm que revolucionar as coisas. Vocês têm que fazer coisas que vão se lembrar depois e contar para os seus netos. Fazer coisas perigosas e corajosas’. Eu voltei pra casa achando aquela conversa maravilhosa“, contou.

Carol então avisou a própria mãe que iria fugir da escola, porque achava o almoço que eles ofereciam ruim. “Minha mãe falou: ‘Como assim, filha? Você não vai fugir da escola. Você está maluca, essa mãe da sua amiga, você nunca mais vai voltar lá, ela é uma louca’“, relembrou aos risos.

A atriz, então, foi para o colégio no dia seguinte dizendo para a amiga que o plano estava cancelado. “Falei: ‘Colega, o negócio ficou ruim lá em casa, minha mãe achou a sua mãe muito louca, não achou legal’“, falou. Porém, a amiga não se deixou abalar pelo impasse. “Minha amiga falou: ‘É porque sua mãe é casada. Mãe casada é assim, mais careta. Minha mãe está vendo lá na frente. A gente não vai ter nada para contar para os nossos netos, vão ser horríveis nossos almoços de domingo!“, disse.

[anuncio]

Fábio caiu na risada ao pensar que as meninas tão novinhas já estavam pensando em netos e almoços em família. “Eu gosto de uma fuga da escola que ela fala: ‘Mãe, olha só, eu vou fugir da escola’… Já quebrou todo o clima, né? A graça de fugir não é avisar a polícia, é deixar a polícia procurar a gente depois“, brincou o apresentador. Depois do discurso da amiga, Carolina se convenceu a viver a aventura. “Falei: ‘Realmente, você tem toda razão. Minha mãe é muito careta e trabalha muito. Nem pensou direito. A gente vai fugir da escola’“, afirmou.

No dia seguinte, ela e a amiga começaram a arquitetar o plano, pensando em como realizar a fuga e como escapar do porteiro do colégio. “Fizemos um plano, vamos pular o portão da escola quando o Leônidas (porteiro) estiver almoçando… Pulamos o portão da escola. Saímos da escola, as duas, na hora do almoço e fomos para o metrô de Botafogo“, contou.

[anuncio]

Chegando no metrô, as meninas repararam que não tinham dinheiro. “A gente achou que o maior risco era pular o muro, mas pular o muro era o mais fácil de tudo. A gente deu conta de pular o muro em um grau que você nem entende… E aí, um cara, que na minha época era um velho. Hoje eu entendo que ele deveria ter uns 45 anos. Enfim, ele perguntou se a gente queria que ele pagasse para a gente entrar no metrô. E a gente falou: ‘Sim’. Entramos no metrô com ele… ele começou a conversar com a gente e eu comecei a chorar”, relembrou.

Carolina deixou convidados apreensivos com sua história. (Foto: Reprodução/ Twitter)

A atriz relatou que, naquele momento, se deu conta de que não poderia mais voltar pra casa por medo dos pais. “Comecei a ficar desesperada e chorando muito. E o cara com um problema na mão, uma menina chorando. E aí ele falou: ‘Vocês fugiram da escola, né? Vamos fazer o seguinte? Eu vou levar vocês para o meu escritório e a gente vai conversar. E eu vou ligar pro seu pai’. E eu falei: ‘Tá!’“, disse. Gente, que perigo!

[anuncio]

Fábio ficou super apreensivo com os rumos da história de Carolina. O homem do metrô se apresentou como psicólogo e disse que acalmaria o pai da atriz. “Falei: ‘Pronto. Achei meu anjo da guarda’. E eu ainda falei (para o homem): ‘Você vai fazer meu pai prometer que não vai brigar comigo?'”, relembrou. Porchat ponderou que o estranho poderia oferecer uma “balinha” e fazer algo de errado com as meninas. “Que loucura, Carol. Já estou apavorado”, disse.

Eu fico com a mão gelada só de contar, porque eu fico pensando se o meu filho fizer isso, eu nem sei o que pode acontecer com a minha cabeça… Aí chegamos no escritório dele, ele ofereceu um café com leite pra gente, a balinha já poderia ter sido colocada ali“, afirmou. Apesar da situação suspeita, o homem realmente cumpriu o que havia prometido. “O moço ligou para o meu pai, ele realmente era psicólogo e fez meu pai prometer que não ia me bater. Na época, eu pedi para ele não me bater, não me dar uma palmada. Meu pai chegou lá [no escritório] espumando porque não podia me bater“, contou.

[anuncio]

A atriz, claro, sofreu as consequências dessa aventura. “Meu pai fez a gente voltar pra escola, ficar o resto do turno, ir pra sala da diretora, ter os castigos da escola. E eu me lembro que fiquei o ano inteiro sem poder ir em nenhuma festinha“, recordou. Que história maluca! Ainda bem que deu tudo certo no final!

Confira o relato de Carolina:

O post Carolina Dieckmann deixa Fábio Porchat apavorado com história sobre fuga na escola: ‘Fico com a mão gelada só de contar’ – Assista apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.