Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Ex-segurança acusa Kris Jenner de assédio sexual e comentários discriminatórios; Kourtney Kardashian também é citada em processo

Mais uma polêmica envolvendo os nomes Kardashian-Jenner… Um ex-segurança da poderosa família abriu um processo contra a matriarca Kris por assédio sexual. De acordo com o site TMZ, Marc McWilliams entrou com uma papelada em um tribunal nessa quarta-feira (30), alegando que ter sido vítima de avanços sexuais indesejados, ​​enquanto trabalhava para a socialite.

Nos documentos, McWilliams afirma que foi contratado no início de 2017 e em maio do mesmo ano, Kris o sujeitou a “um padrão de conduta sexual indesejada e outras impróprias de assédio“. O funcionário teria sido alvo de “comentários de natureza sexual explícita” sobre sua atividade sexual, aparência física e outras situações similares.

[anuncio]

Segundo os relatos do segurança, Jenner teria massageado o pescoço, ombros, braços e costas dele, sem consentimento, repousando as mãos em suas coxas e virilha, e esfregado a pelve nas pernas e bumbum do rapaz. Marc ainda alegou que a empresária teria exibido partes do corpo dela e direcionado comentários “obscenos, sugestivos, sexuais, sexistas, racistas, homofóbicos e discriminatórios” a ele e outros colegas de profissão.

Kris Jenner é acusada por ex-funcionário de manter uma “conduta sexual indesejada e outras impróprias de assédio”. (Foto: Getty)

O segurança disse ainda ter entrado em contato com a empresa de segurança para a qual trabalha, com intuito de denunciar as atitudes de Kris, mas as queixas teriam sido ignoradas. A mãe do clã, por sua vez, classificou as alegações como “uma ficção falsa e fabricada” por um antigo funcionário “descontente“.

O advogado da família, Marty Singer, informou ao TMZ que a empresária “negou categoricamente ter se comportado de maneira inadequada com Marc McWilliams, já que o contratado trabalhava do lado de fora da casa da empresária e nunca entrou na propriedade“.

“O guarda nunca fez nenhuma reclamação a seu empregador sobre Kris, até arquitetar esta afirmação ridícula. Kris tinha pouca interação com ele. Depois que o guarda foi pego diversas vezes dormindo em seu carro no horário de trabalho, a companhia de segurança foi comunicada, e foi pedido que não o escalassem mais para trabalhar com elas (Kardashian-Jenner) em ocasiões futuras”, completou.

Com relação a Kourtney, o ex-segurança afirmou que a sister foi responsável por repreendê-lo. “Embora Kourtney seja citada no processo, ela não é acusada de fazer nada impróprio com o guarda, e nem o fez”, acrescentou o advogado sobre a situação da morena.

Kourtney Kardashian também foi citada no processo… (Foto: Getty)

Por fim, a defesa das socialites disse que “é ultrajante que qualquer um possa processar quem quiser nos Estados Unidos, e acreditar que não há recurso ao insistir em reivindicações fictícias e sem mérito“. “Quando Kris e Kourtney derrotarem este processo ridículo e frívolo, elas pretendem processar imediatamente McWilliams e seus advogados por acusação maliciosa”, encerrou Marty.

O post Ex-segurança acusa Kris Jenner de assédio sexual e comentários discriminatórios; Kourtney Kardashian também é citada em processo apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.