Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Livro revela detalhes inéditos de briga explosiva entre príncipes Harry e William: “Raiva e desconfiança duram até hoje” — Saiba tudo

Há muito se fala sobre a suposta rixa entre os príncipes Harry e William, especialmente pelos acontecimentos da família real nos últimos anos. Neste domingo (04), o Daily Mail antecipou uma parte do livro do historiador Robert Lacey, no qual o especialista na realeza britânica revela como o relacionamento de Harry e Meghan Markle foi o estopim para a “briga” entre os irmãos.

Segundo o trecho do “Battle of Brothers: William & Harry – The Inside Story of a Family in Tumult”, o príncipe William teria ficado preocupado porque Harry estaria indo rápido demais no namoro com a ex-estrela de “Suits”. “‘Isso tudo está rápido demais’, teria dito William em dúvida, segundo o relato de mais de um amigo. ‘Você tem certeza?'”, citou o livro, sobre o diálogo entre os irmãos.

Príncipe William teria ficado preocupado com o andar do relacionamento entre príncipe Harry e Meghan. (Foto: Getty)

“William não conseguia entender como Harry poderia considerar se casar… menos de dois anos depois do primeiro encontro deles”, pontuou o historiador. Harry, por sua vez, irritou-se quando foi questionado pelo irmão. “A resposta de Harry foi um ‘chega pra lá’ brusco e ofendido”, disse o livro. Diante disso, William foi em busca da ajuda de seu tio, Charles Spencer, irmão da princesa Diana.

[anuncio]

“Vez após vez, o irmão mais novo de Diana serviu como um padrinho honorário para ambos os meninos, desde os anos após a morte da mãe deles, e o tio deles concordou com William para ver o que eles poderiam fazer”, acrescenta o texto. Esse passo de William foi o estopim máximo para o desentendimento. “O resultado da intervenção de Spencer foi uma explosão ainda mais amarga. Mais uma vez, Harry se negou a desacelerar [a relação], completou.

Depois que o irmão da princesa Diana se envolveu na história, a situação entre o príncipe Harry e William ficou ainda pior. (Fotos: Getty; Noble/Draper/Splashnews.com)

O episódio teria aumentado a irritação de Harry com seu irmão. “Ele não culpou o seu tio. Ele entendeu que o irmão de Diana deveria querer ajudar. Contudo, ele estava furioso com seu irmão mais velho por arrastar outros membros da família pra dentro dessa briga”, descreveu a narrativa. De acordo com o autor, “a racha fraternal foi estabelecida. Haveria alguns remendos e reconciliações, especialmente quando era preciso uma demonstração pública de união. Mas aquela raiva e desconfiança – aquela distância – duram até os dias de hoje”.

[anuncio]

Ao contrário do que muitos pressupunham, a história entre Meghan Markle e Kate Middleton teria sido diferente – ao menos, a princípio. “Meghan e Kate, na verdade, se deram muito bem desde o começo. Elas podem não ser melhores amigas, mas elas se encontraram uma na outra, irmãs ‘outsiders’ na sua condição extraordinária na realeza, e ambas profissionais tranquilas, tratando-se com um respeito mútuo”, afirmou o livro.

Ao contrário do que os vários rumores diziam, Kate Middleton e Meghan Markle teriam se dado bem desde o princípio. (Foto: Getty)

Enquanto William e Harry viviam um “climão”, elas estavam de bem uma com a outra. “Cada uma delas era muito sagaz para tornar uma possível cunhada em uma inimiga – só fazia sentido se elas fossem amigas. O conflito fundamental estava entre os dois homens, que se conheciam a vida inteira e nunca hesitaram em contar um ao outro exatamente o que pensavam e sentiam”, mencionou o historiador.

O post Livro revela detalhes inéditos de briga explosiva entre príncipes Harry e William: “Raiva e desconfiança duram até hoje” — Saiba tudo apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.