Ads Top

convite para visitar o site da Loja Fetiches

Livro revela que príncipe William chorou e ficou furioso após ver entrevista polêmica da mãe na TV: “Se recusou a falar com ela”

Parece que o príncipe William não gostou nada de uma entrevista concedida pela princesa Diana para o programa ‘Panorama’ da BBC, em novembro de 1995. De acordo com o livro “Battle of Brothers: William and Harry – the Inside Story of a Family in Tumult”, do autor Robert Lacey, o duque chegou a se recusar a falar com a mãe depois do episódio.

Em um trecho do novo livro sobre a história dos irmãos, que será publicado ainda este mês, o historiador relembrou a reação de William quando Diana admitiu publicamente que havia se apaixonado e se envolvido com o oficial do exército James Hewitt. Foi nessa entrevista que a princesa do povo ainda lamentou que havia “três pessoas em seu casamento”, referindo-se ao caso romântico do príncipe Charles com Camilla Parker Bowles, com quem ele acabou se casando mais tarde.

Na época, William tinha 13 anos e estava assistindo ao programa sozinho na sala de estudos em Eton, o colégio interno para garotos em que ele estudava. “Ela falou sobre haver ‘três de nós no casamento’. Mas foi a confissão espontânea da mãe dele de que houve quatro no casamento – que ela se apaixonou por James Hewitt – que deixou o adolescente à beira do precipício”, descreveu Lacey.

[anuncio]

“Diana falou sobre ‘traição’ e foi assim que William se sentiu. A mãe deles havia visto claramente o quão abalados os dois filhos ficaram quando Charles admitiu sua intimidade com a Camilla na TV no ano anterior. Mas ela fez a mesma coisa”, completou o historiador sobre como a rixa pública entre pai e mãe pode ter deixado traumas emocionais nos filhos.

William tinha 13 anos na época e ficou furioso com a mãe (Foto: Getty)

Robert ainda pontuou como foi difícil a associação para William e Harry, uma vez que os meninos chamavam Hewitt de “Tio James” e tinham memórias de infância ao lado dele, andando a cavalo, ou viajando com ele e a mãe de férias em Devon, no sudoeste da Inglaterra.

Segundo o autor, foi o chefe de residência que encontrou o príncipe no local após a entrevista. “Ele encontrou William caído no sofá, com os olhos vermelhos de choro. E, quando Diana ligou para lá uma hora depois, William se recusou a falar com ela”, completou.

[anuncio]

A princesa Diana teria contado à sua guia espiritual Simone Simmons como William estava bravo com ela. “O mundo desabafou. Ele estava furioso… que ela falou mal de seu pai e que mencionou Hewitt”, explicou Simmons para o livro. Em um determinado episódio, em que mãe e filho finalmente se encontraram, as coisas ficaram piores.

William chegou a gritar em um encontro com a mãe depois (Foto: Getty)

“Ele começou a gritar e chorar e, quando ela tentou colocar os braços em volta dele, ele a empurrou. ‘O que eu fiz?’, perguntava Diana à Simone, apesar de finalmente ter liberado a dor e os problemas emocionais a longo termo que sua amarga rixa pública infligiu aos filhos. ‘O que eu fiz para os meus filhos?'”, ainda descreve a publicação.

[anuncio]

“Battle of Brothers” será lançado no dia 15 de outubro na Inglaterra. Nele, o historiador Robert Lacey descreve como os traumas emocionais do príncipe William e do príncipe Harry, normalmente atribuídos à tragédia da morte da mãe, também podem ter raízes no colapso do casamento dos pais.

Em trechos já divulgados, o livro ainda descreve como um escândalo com fantasia nazista influenciou no começo da rivalidade entre os irmãos e também revela detalhes inéditos da briga explosiva que foi o ápice do desentendimento entre eles.

O post Livro revela que príncipe William chorou e ficou furioso após ver entrevista polêmica da mãe na TV: “Se recusou a falar com ela” apareceu primeiro em Hugo Gloss.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.